Foto: Felipe Oliveira/ECB.

@Resenhanarede

Precisando vencer por dois gols de diferença para ganhar a Copa do Nordeste, o Bahia perdeu para o Ceará por 1 a 0. No retorno para segunda etapa, Roger Machado surpreendeu sacando Lucas Fonseca e colocando Clayson, optando por recuar o volante Gregore para defesa. Mesmo com as alterações o Bahia não conseguiu marcar.

“Como eu soltei o time, deixando só um volante, queria a velocidade do Gregore em função dos contra-ataques que iríamos ganhar. Nós tivemos volume de jogo, poucas oportunidades em função da defesa fechada. Um segundo em tempo que nós sofremos um pouco, por ter se aberto um pouco para buscar os gols, porém não foi possível acontecer”, disse o treinador.

O técnico discordou da avaliação de que o Esquadrão foi previsível. “Não vi nosso time previsível, vi nosso time parando em uma defesa bem postada. Tentamos entrar pelos lados, pelo meio. Porém, com a defesa bem postada e a vantagem do primeiro jogo não conseguimos superar”, falou Roger.

Colaborador: Osvaldo Barreto.

parceiro oficial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui