Foto: Felipe Oliveira/ECB.

@Resenhanarede

O Atlético de Alagoinhas recebeu o Bahia em Pituaçu como mandante, na tarde desta quinta-feira (23) e encontrou um Tricolor alternativo bem distante do time principal que entrou em campo na noite anterior, quando goleou o Náutico por 4 a 1, na Copa do Nordeste.

Mesmo com peças importantes como Gregore e Nino Paraíba, o Bahia foi sonolento na primeira etapa. O Carcará pouco se importou e abriu o placar com o experiente Magno Alves, aos 2 minutos da primeira etapa. Com o resultado, o Atlético entra no G4 e o Bahia perde a liderança para o Jacuipense.

PRIMEIRA ETAPA

Em um jogo morno, o Bahia assustou aos 30 minutos. Marco Antônio fez boa tabela com Jadson e Caíque e acertou a trave do gol de Fábio Lima. Aos 44, o Bahia perdeu uma penalidade com Zeca. O lateral bateu forte no canto direito e o goleiro do Carcará, Fábio Lima foi buscar.

SEGUNDA ETAPA

Quem enfrenta o Magnata não pode vacilar e a zaga do Bahia cochilou. Em bola cruzada na área, Magno Alves se antecipou a zaga e abriu o placar. No minuto seguinte, o Magnata foi lançado e chutou a esquerda do gol de Matheus Claus.

O gol fez o Bahia tentar buscar uma pressão para cima do Carcará. Aos 30 minutos, na cobrança de escanteio na área do Atlético de Alagoinhas, a bola acabou sobrando livre para Ernando no meio da confusão. O zagueiro completou meio sem jeito e mandou para fora.

O Atlético de Alagoinhas terminou a partida jogando com inteligência e garantiu uma importante vitória no campeonato, resultado que faz a equipe entrar no G4, restando uma rodada para o final

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS: Fábio Lima; Paulinho, Mailson, Eduardo e Leandro Makelele; André Felipe, Russo, André; Tobinho, Edilson e Magno Alves.

BAHIA: Matheus Claus, Nino Paraíba, Wanderson, Ernando e Zeca; Gregore, Elton, Jadson e Marco Antônio; Alesson e Caíque.

Colaborador: Osvaldo Barreto.

parceiro oficial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui