Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

@Resenhanarede

Muito tem se especulado sobre uma possível saída do treinador Roger Machado do Bahia. Contudo, o presidente do Esquadrão, Guilherme Bellintani, reforçou a permanência do treinador em dez pontos divulgados na sua rede pessoal no twitter. O “dia do fico” do treinador foi divulgado também pela assessoria de comunicação do clube.

Segundo o gestor, a manifestação faz parte de um “papo reto, aberto e franco” com o torcedor. Confira os pontos:

“1. Um papo reto, aberto e franco com você, torcedor do Bahia. Há inúmeros motivos para o ‘Fora Roger’. Há frustrações compreensíveis. Todos nós sabemos que podemos e merecemos mais.

2. A decisão mais fácil para a diretoria e mais aplaudida pela maioria da torcida seria trocar o treinador ainda antes do início do Brasileirão. Um alívio de curto prazo e muitos tapinhas nas costas. Pensamos seriamente nisso, até porque a troca não seria uma decisão absurda.

3. Após o título estadual, analisamos uma série de fatores e, diante do cenário levantado, decidimos continuar com Roger. Conversamos muito, debatemos os problemas, reconhecemos os erros, avaliamos pontos fortes.

4. No início do Brasileirão, traçamos uma meta mínima de pontos a cada grupo de 6 jogos. Essa projeção estimada nos coloca com chances reais de Libertadores e foi o parâmetro que escolhemos para avaliar o trabalho do treinador e dos atletas, evitando inclusive análise isolada jogo a jogo.

5. Além da meta de pontuação, passamos a valorizar ainda mais questões como liderança do treinador, respeito do grupo, envolvimento dos atletas com o projeto e competitividade nos jogos (deixar o máximo em campo). Isso também é importante e é uma análise que fazemos dia a dia.

6. No momento em que percebermos que algum desses elementos está ameaçado, faremos mudanças. Se os requisitos citados acima estiverem sendo alcançados, entendemos que o certo é dar sequência ao trabalho que, com as metas atingidas, pode se tornar histórico para o clube.

7. Todos os clubes têm apresentado dificuldade técnica, tática e física nessa retomada do futebol – jogos com intervalos de três dias, após quatro meses de paralisação. Equipes com treinadores contestados e quase demitidos estão hoje em posições de dianteira no campeonato.

8. Temos profundo respeito a quem pensa diferente, aos que tomariam outra decisão se estivessem em nosso lugar. Mas o que escrevi aqui para vocês é a síntese mais verdadeira do que acredito, com a alma de quem quer o melhor para o clube.

9. Ser omisso para nós seria trocar o treinador sempre que tivéssemos um momento ruim da equipe. Segurar a pressão quando acreditamos ainda haver potencial pra evolução é uma decisão que requer firmeza.

10. Estamos trabalhando para sermos competitivos, mantermos a meta de pontuação traçada no início do campeonato e termos um grupo de atletas envolvidos. Se isso não acontecer, estaremos preparados para mudanças.”

Colaborador: Osvaldo Barreto.

parceiro oficial

1 COMENTÁRIO

  1. O Preocupante disso é que Roger Machado sabe disso e o que vimos ele fazer sábado foi treinar como se não houvesse amanhã, colocou Gregore pendurado e tirou Ronaldo que por razões contratuais não poderá jogar contra o Flamengo, o logico seria colocar Ronaldo como titular e deixar Gregore no banco, e a declaração dele ao ser perguntado respondeu que não pensava em dois jogos pois não sabia se continuaria no cargo, ou seja, continuará e prejudicou o time pela incerteza, outro ponto preocupante é Nino e Elber estão com contrato vencendo e Nino mostrou claramente que esta com a cabeça longe como se já estivesse com pré-contrato assinado com outro time, definir e renovar logo os contratos deles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui