Foto: Fernanda Barros.

@Resenhanarede

Clubes da Série A como Flamengo, Grêmio, Atlético-MG e Internacional já retornaram às atividades nos seus respectivos centros de treinamentos. O Bahia permanece com sua situação indefinida e pode ver a expectativa de retorno adiada, isto porque, o Centro de Treinamento Evaristo de Macedo fica na cidade de Camaçari (BA), que está sob a vigência de um decreto que suspende as atividades até o dia 20 de junho.

Em contato com a reportagem do site Resenha na Rede, a prefeitura informou que as atividades, incluindo as esportivas, seguem suspensas até o dia 20 de junho e que um novo decreto deve prolongar por mais tempo esse período de isolamento, tendo em vista que os números de Covid na cidade ainda estão altos. Bem como, o posicionamento da Secretaria de Saúde Municipal é que não haja nenhum tipo de evento na cidade que gere aglomeração.

MAS O CT DO BAHIA NÃO FICA EM DIAS D´ÁVILLA (BA)?

O Centro de Treinamento Evaristo de Macedo tem como acesso a cidade de Dias D´Ávilla (BA), mas a maior parte do terreno fica localizado no município de Camaçari (BA). A assessoria de comunicação do município informou ao site Resenha na Rede que não existe nenhum cronograma apresentado pelo Bahia junto a prefeitura de Dias D´Ávilla, para o possível retorno dos treinos no CT. Contudo, as autoridades municipais acreditam que o Bahia deve seguir os decretos da cidade de Camaçari (BA), tendo em vista que a maior porção do terreno encontra-se no município vizinho.

O CT do Bahia tem o seu registro na cidade camaçariense. Inclusive, durante a inauguração, o prefeito de Camaçari,  Elinaldo Araújo, entregou o projeto de lei, que autoriza a isenção de impostos municipais, ao presidente do clube, Guilherme Bellintani.

Procurada, a assessoria do Bahia apenas informou que não foi realizado qualquer tipo de consulta para retorno das atividades. Vale lembrar que, o Fazendão, que fica localizado em Salvador, ainda é de propriedade do Bahia, contudo, o CT está na posse do Governo do Estado para ser utilizado durante a pandemia.

Colaborador: Osvaldo Barreto.

parceiro oficial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui