Vitória vence Fluminense com placar apertado

Comemoração segundo gol do Vitória, com André Lima. Foto: Maurícia da Matta.

Ao longo da semana o técnico Vagner Mancini prometeu poupar o time titular, mas o treinador entrou com nove jogadores que estão atuando na equipe titular, novidade mesmo só a entrada de Nickson e Wallison. Pelo lado do Flu de Feira o desfalque estava no gol, o arqueiro Deola se machucou com uma entorse no joelho e deu lugar a Nunes.

O JOGO

As primeiras ações do Vitória mostravam o objetivo do time no jogo, o controle de jogo no meio de campo predominou no inicio da partida para o lado do Leão. O Fluminense de Feira errava passes e desperdiçava oportunidades de contra-ataque.

O gol veio através do controle de jogo do Rubro-negro. Aos 18 minutos, Uillian Correia fez lançamento para a área e achou Nickson sem marcação. O Meia cabeceou e deslocou Nunes para marcar o primeiro gol da partida. 1 a 0 Vitória.

O Leão teve oportunidade de ampliar o placar um minuto depois. André Lima recebeu passe de Denilson, se livrou de três marcadores ao mesmo tempo e chuta com estilo. A bola passou perto da meta defendida por Nunes.

O melhor ataque do time de Evandro Guimarães foi com Jó Boy, que recebeu passe na grande área e chutou fraco, para defesa fácil do goleiro do Leão.

O Touro do Sertão não conseguia ameaçar a meta do goleiro Fernando Miguel e continuou errando muitos passes no meio de campo. A falta de objetividade quase foi penalizada aos 43, a defesa do Fluminense de Feira parou e pediu falta de André Lima, mas árbitro mandou o jogo seguir. Neilton passa para Denilson, que chutou de chapa e quase marcou o segundo do Vitória.

Segunda Etapa

Tentando mudar a dinâmica da partida e não torcer pelo resultado do rival Bahia de Feira para assegurar a classificação, o treinador Evandro Guimarães promoveu a entrada de do atacante Levi no lugar do meia Mário Lúcio.

Logo no inicio da partida o Flu mostrou que buscaria o empate. Aos 4 minutos, Deysinho tabelou com Alan, ficou de cara com o gol e tentou tocar por cima de Fernando Miguel.  O goleiro saiu bem do gol e conseguiu fazer a defesa.

Para o azar do Touro o Vitória respondeu a altura. Aos sete minutos, André Lima cobrou falta no canto do goleiro e marcou o segundo gol do Vitória na partida. Na comemoração o jogador tirou a chuteira e recebeu o cartão amarelo.

Com 16 minutos da primeira etapa mais uma tentativa de Deyzinho. Jó Boy cruzou na área, a bola passou por Alan e Deysinho quase finalizou na pequena área. O lateral Bryan conseguiu fazer o corte e afastar o perigo da zaga Rubro-negra.

Não viu! Aos 19 minutos jogadores e torcida pediu pênalti, mas o árbitro não marcou. Na cobrança de falta, Rodolfo soltou uma boma e bola fica na barreira. Volante pega o rebote e chuta novamente, a bola chegou a bater no braço do zagueiro Ramon que estava de costa para o lance.

Aos 24 minutos Bryan vacilou feio e entregou a bola para Alan. Na entrada da grande área o atacante chutou fraco, para defesa fácil de Fernando Miguel. A zaga do Vitória falhou novamente com 28 minutos, Wallysson se atrapalhou todo e entregiy a bola de presente para Alan. O Atacante chutou com efeito e Fernando Miguel se esticou todo para evitar o gol do Fluminense de Feira.

De tanto insisti o Flu chegou ao empate aos 32 minutos. Rodolfo Potiguar chutou de fora da área e a bola sobrou para Ranieri. O zagueiro chutou em cima de Fernando Miguel, e, no rebote, Jó Boy completou para o gol vazio. 2 a 1.

Precisando do resultado o Fluminense partiu para cima do Vitória, mas a pressão final foi feita de forma desordenada. O jogo terminou mesmo 2 a 1 para o Vitória, que conseguiu se classificar em primeiro lugar no Baiano 2018.

Passando a régua

Com o resultado negativo, o Fluminense deixou escapar a classificação para semifinal. O Bahia de Feira venceu a sua partida por 1 a 0, e superou o rival por um ponto, chegando a quarta colocação. Nas semifinais, o Vitória terá o Bahia de Feira como adversário.

Ficha Técnica:

Fluminense de Feira: Nunes, Diego Aragão, Raniere, Eduardo e Daniel; Rodolfo, Morêlandia, Mário Lúcio (Levi) e Deizinho (Maranhão); Alan e Jô. Técnico: Evandro Guimarães.

Vitória: Fernando Miguel; Lucas, Kanu, Wallison maia e Bryan; Uillian Correia, Ramon e Nickson; Neilton (Rodrigo Andrade), Denilson (J.Belusso) e André Lima (Luan). Técnico: Vágner Mancini

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 826 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Editor, colunista e repórter do Resenha na Rede. Apaixonado pela escrita e pelo Rubro-negro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*