Vitória sai atrás na decisão dos playoffs

Foto: LNB.

O Universo/Vitória perdeu do Minas por 80 a 65, em um jogo cheio de altos e baixos dos dois times, neste domingo (01). Com isso, o time comandado por Flávio Espiga abriu 1 a 0 na série e deu passo importante rumo às quartas de final.

A PARTIDA

O primeiro tempo foi de muita disputa, com um time sendo superior ao rival em cada quarto. Nos dez minutos iniciais, o Minas contou Jefferson Campos inspirado (8/10 nos pontos), foi melhor e venceu por 23 a 15. Porém, o Vitória encontrou seu melhor basquete na parcial seguinte. Com uma grande produção coletiva no ataque, o time baiano deu o troco, fez 27 a 18 e foi para o intervalo à frente do marcador, por 42 a 41.

Na volta dos vestiários, os dois times mantiveram o equilíbrio, desta vez com defesas mais sólidas, e muita disputa. Com grande participação de Wesley, os minastenistas conseguiram voltar à frente do marcador na metade do terceiro quarto e ampliaram a vantagem até o fim da parcial, chegando aos dez minutos finais com placar de 61 a 56.

Após um início de quarto final dominado pelas defesas, sem ninguém pontuar, o Minas conseguiu manter o bom trabalho realizado lá atrás e, gradualmente, foi ampliando ainda mais sua vantagem. Dominante ao longo de todo período, o time mineiro manteve a pegada até os segundos finais e celebrou o importante triunfo até com certa folga.

 Mesmo no resultado negativo, em um jogo importante como este, o Vitória demonstrou máxima vontade até os segundos decisivos. Depois de um belo primeiro tempo, o time caiu na segunda etapa e não acompanhou o ritmo do rival. Destaque especial para as atuações de Kenny Dawkins, com 15 pontos e seis assistências, e André Góes, com cinco pontos, oito rebotes e cinco assistências.

“Acho que o principal fator neste último quarto foi a defesa. Eles foram mais eficientes, conseguiram limitar nossos pontos fortes. Nós fizemos um bom primeiro tempo, conseguimos fechar o garrafão e diminuir a pontuação deles internamente, mas eles estiveram em um dia muito inspirado nas bolas de 3. O diferencial foi mesmo o último quarto, não conseguimos pontuar e resultado não veio”, disse André Góes, ala/armador do Vitória.

PASSANDO A RÉGUA

A série agora vai para Salvador (BA), onde acontecerão as duas próximas partidas. O Jogo 2 é nesta quarta (04/04), às 19h30 (de Brasília), no Ginásio de Cajazeiras.

 

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 884 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Editor, colunista e repórter do Resenha na Rede. Apaixonado pela escrita e pelo Rubro-negro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*