Vitória perde invencibilidade e cai na primeira fase da Copa do Brasil

Foto: Rede Bahia.

@Resenhanarede

O Vitória inicio na noite desta quarta-feira (13) sua caminhada na Copa do Brasil, pela fórmula de disputa da competição nacional, o Moto Club precisava vencer por qualquer placar e o Vitória garantiria classificação com um simples empate. Mas os donos da casa foram além e venceram a partida por 2 a 0.

Moto Club e Vitória já se enfrentaram em 2019. O jogo foi válido pela Copa do Nordeste, no dia 19 de janeiro. A partida, realizada no Barradão, terminou empatada em 1 a 1, gols de Nickson e Márcio Diogo. Naquela ocasião, o Rubro-negro baiano disputou a partida com a equipe considera sub-23.

O JOGO

As duas equipes inciaram a partida procurando propor o jogo. Aos seis minutos, Andrigo e Rodrigo Andrade fizeram boa tabela pelo lado direito do ataque. O volante cruzou para Léo Ceará na pequena área, mas o centroavante fez o inacreditável e mandou por cima. Dois minutos depois, Andrigo chutou bonito, mas a bola foi nas mãos do goleiro Rodolfo.

O Motoclub tentava chegar a meta do goleiro Ronaldo com chutes de fora da área. Mas, aos 31 minutos, Ronaldo se atrapalhou ao dominar bola recuada pelo zagueiro Ramon e entregou nos pés de Dalmo. O atacante tentou surpreender o arqueiro, mas Ronaldo se recuperou no lance e fez a defesa.

Segunda Etapa

Após um fim de primeiro tempo pouco produtivo, o Moto Club tentou chegar logo aos quatro minutos. Léo Paraíba arriscou chute colocado de perna esquerda e mandou por cima do gol de Ronaldo.

Para garantir a vaga, os donos da casa precisavam tirar o zero do placar. Aos 12 minutos, Matheus Rocha vacilou no campo de ataque e quase entregou o “ouro”. Dalmo recebeu a bola, invadiu a área do Vitória e chutou cruzado. Ronaldo caiu para fazer boa defesa.

Acanhado, o Vitória só voltou a aparecer aos 14 minutos. Jeferson foi desarmado no campo de ataque, mas se recuperou e tocou para Yago. O meia dominou e chutou no gol. Rodolfo estava bem posicionado e fez a defesa.

Seis por meia duzia. Aos 23 minutos, Marcelo  Chamusca tirou o meia Ruy e colocou Juninho, o ex-lateral-esquerdo, que agora vem sendo utilizado como meia.

Apareceu! No minutos, seguinte, Andrigo arriscou bonito chute de fora da área, mas a bola foi caprichosamente pelo lado esquerdo do goleiro Rodolfo.

Mas quem abriu o placar foi o Moto. Gleissinho recebeu dentro da área do Vitória e tentou passe no meio da confusão. Bola bateu em Ramon e sobrou com o próprio Gleissinho que, de carrinho, completou para o gol.

Inacreditável! Gleissinho roubou a bola de Léo Ceará, avançou em contra-ataque e rolou para o meio. A bola chegou para Juninho Arcanjo, que mandou um bico por cima do gol de Ronaldo.

O cara do jogo! Gleissinho invadiu a área do Vitória e sofreu falta de Leandro Vilela. Na cobrança, Juninho Arcanjo.

Passando a Régua

O Vitória deixa a Copa do Brasil na primeira fase, enquanto o Moto Club vai encarar o ABC.

FICHA TÉCNICA

Arbitragem:  Eduardo Tomaz de Aquino Valadão

Assistentes: Leone Carvalho Rocha e Hugo Sávio Xavier Corrêa.

Moto Club: Rodolfo, Diego Rena, Lucas Dias, Alisson e Mateus Mendes; Lucas Hulk, Nailson, Márcio Diogo e Juninho Arcanjo, Danilo Galvão e Dalmo

Vitória: 1. Ronaldo 2. M. Rocha 3. Ramon 4. Edcarlos 6. Jeferson 5. R. Andrade 7. Vilela 10. Ruy 8. Yago 11. Andrigo 9. Léo Ceará

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 1177 Artigos
Editor, colunista e repórter. Produtor do programa Os Donos da Bola (TV Band). Advogado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*