Uma fórmula diferente, Vitória busca “operários” para reforçar o elenco

Foto: Maurícia da Mata/ECV.

@Resenhanarede

Se existiu um pecado na montagem do elenco do Vitória na temporada 2018, esse estava na baixa quilometragem em campo dos jogadores, isto é, muita gente que chegou estava parado ou atuou muito pouco nos times de origem. O jogo virou! Sem grandes nomes, o Vitória já anunciou seis reforços para temporada 2019 e a maioria teve mais de 20 jogos na temporada passada.

Tudo leva a acreditar que Marcelo Chamusca é o responsável direto pela nova estratégia, treinador que levou o Ceará a Série A em 2017, sabe bem o nível de disputa da Série B e as características dos atletas que precisam ser contratados. Até mesmo porque, o Vitória não possui caixa para trazer medalhões em 2019, e o diretor de futebol, Jorge Macedo, não ta assim com o saldo positivo com o torcedor.

Foto: Maurícia da Matta/ ECV.

OPERÁRIOS NO ELENCO:

TEMPORADA 2018:

EDCARLOS – 23 PARTIDAS NO GOIAS
LEANDRO VILELA – 41 PARTIDAS NO PARANÁ
WESLEY – 25 PARTIDAS NO PARANÁ
ANDRIGO – 33 PARTIDAS NA TEMPORADA
RUY – 25 PARTIDAS NO AMÉRICA-MG

Esses cinco jogadores não foram titulares absolutos na temporada 2018, mas estiveram presentes em mais de 50% dos jogos no Campeonato Brasileiro. O ponto fora da curva no modelo de contratação é o zagueiro Thales, que teve poucas chances no Internacional, sendo utilizado seis vezes no Brasileiro de Aspirantes.

Foto: Maurícia da Matta/ECV.

No começo do projeto 2019, o presidente Ricardo David pregou competitividade: “Vamos buscar misturar juventude com jogadores mais cascudos e que se enquadrem em nossa realidade financeira”. Para bom entendedor, o Vitória está trazendo o que consegue no mercado ou como diz o presidente, jogadores com estilo de Série B.

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 1222 Artigos
Editor, colunista e repórter. Produtor do programa Os Donos da Bola (TV Band). Advogado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*