Sem estádio para mandar os jogos, Doce Mel critica Governo do Estado

Foto: Doce Mel.

@Resenhanarede

O estádio Pedro Caetano, na cidade de Ipiaú (BA), não está apto para receber os jogos do Campeonato Baiano. Isto porque, as obras que eram deveriam ser iniciadas em dezembro não começaram. A licitação para as modificações na praça esportiva foram iniciadas no dia 22 de novembro e o processo para escolha da empresa que executará o serviço não foi definido. Em nota divulga a imprensa nesta sexta-feira (10), a direção da equipe traz criticas a forma como foram conduzidas as ações do Governo do Estado da Bahia.

“Assim, como já estamos acostumados (mas, não conformados), em 2020, para jogarmos fora não seria problema nenhum. Já sabíamos com antecedência que o Estádio Pedro Caetano não reuniria condições para a realização das nossas partidas na primeira divisão.

Entretanto, em junho de 2019, houve a promessa do Governo do Estado e da Prefeitura de realizar a adequação do Estádio Pedro Caetano para que pudéssemos jogar a primeira divisão plenamente na nossa casa pela primeira vez”

Para a obra acontecer, o Governo do Estado solicitou ao clube um projeto, entregue em junho de 2019. De acordo com o clube, foram pagos 20 mil reais pelo estudo e o mesmo não foi utilizado após a licitação.

A Federação Bahiana de Futebol liberou que o Doce Mel jogue no estádio Pedro Caetano somente na  segunda e a terceira partida. Para isso,  será necessário que ocorram melhorias na praça esportiva, passando pela colocação de ar- condicionado nos vestiários, bem como instalação de iluminação em tempo hábil para que seja realizada a vistoria do dia 6 de fevereiro. A primeira partida como mandante, no dia 26 de janeiro, contra a equipe do Atlético de Alagoinhas, será no Estádio de Pituaçu, em Salvador.

Confira notacompleta.

Colaborado: Osvaldo Barreto.

1 Comentário

  1. Time profissional não deve depender do poder público é por isso que o futebol da bahia é assim, times profissionais mas parecendo amador

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*