Que jogo! Vitória e Corinthians ficam no empate em grande partida no Barradão.

@Resenhanarede

O Vitória recebeu na tarde deste domingo (21) a equipe do Corinthians, partida iniciada às 16h, no Barradão. Embaixo de muita chuva, o Rubro-negro baiano saiu na frente logo no inicio da partida, mas viu os paulistas melhorarem de desempenho durante a partida e chegar ao empate ainda na primeira etapa, com belo gol do meia Jadson. No final da partida, o Vitória viu a lei do ex entrar em campo, Roger deu o triunfo a equipe do Corinthians

O JOGO

O Vitória chegou bem em contra-ataque aos seis minutos da primeira etapa. Erick recebeu lançamento na esquerda, matou bonito e arriscou chute cruzado. O goleiro Cássio ficou com a bola. Aos sete minutos o Leão repetiu a dose, Lucas Fernandes avançou, contou com um corta-luz de Arouca e a bola chegou em Erick. O atacante arriscou o chute, e Cássio espalmou.

Mas aos oito minutos não teve perdão. Rhayner recebeu passe de Erick de frente para a área. Livre, ele arriscou um chute de fora da área e acertou o canto direito do gol corintiano.

O ataque corintiano que pouco produzia, teve uma chance aos 16 minutos da primeira etapa. Romero tenta cruzamento, Lucas Ribeiro afastou e Pedrinho arriscou um chute de longe. A bola subiu muito. A posse de bola no jogo era do Corinthians com 60% da posse, enquanto o Vitória tinha apenas 40%.

O empate do Corinthians veio aos 30 minutos. Danilo Avelar cruzou da esquerda em direção a Jadson, que pegou de primeira, de trivela, e acertou o canto superior esquerdo do gol. Um golaço!!!

IMPEDIDO! Aos 37 minutos, Jadson cobrou falta, Henrique escorou para o meio da da pequena área e Ralf, livre, marca com estilo, de primeira. Arbitragem anulou o gol corretamente, por impedimento do zagueiro.

No contra-ataque, Lucas Fernandes inverteu para Erick na esquerda, que cortou a marcação e chutou de direita. Cássio fez a defesa.

SEGUNDA ETAPA

O Corinthians assustou logo no primeiro minuto. Danilo Avelar carregou a bola para o ataque e arriscou de longe, mas a bola saiu.

Pênalti? Arouca recebeu bola na pequena área, Danilo Avelar se antecipou, cortou a bola e, na sequência, o volante caiu e pede pênalti. Árbitro deu só o escanteio.

Aos 11 minutos, nova chegada do Vitória. Em contra-ataque, Bou acertou as costas de Henrique e, no rebote, Rhayner chutou por cima do gol.

Vitória tentava pressionar a saída de bola do Corinthians, mas o Timão conseguia manter a posse de bola, deixando o jogo em velocidade, mas sem grandes chances.

Aos 27, o Vitória quase chegou ao segundo gol. Fabiano arriscou de longe, a bola desviou na coxa de Henrique e quase traiu Cássio, antes de ir para escanteio.

QUE BOBEIRA! Jadson cobrou falta para a área, Ronaldo se atrapalhou com a bola, Henrique chutou a bola travada com o goleiro e ela subiu. Roger escora de cabeça, mas Lucas Ribeiro tirou de cima da linha!

Aos 38 minutos, Romero salvou um lateral, mas entregou a bola de presente para Léo Ceará. O camisa 18 avançou e chutou cruzado, levando muito perigo para o gol de Cássio.

Aos 46 minutos, Araos avançou pela esquerda e dá passe perfeito para Roger, que passou por trás da zaga e tocou na saída de Ronaldo. 2 a 1.

Aos 47, Jeferson cruzou para a área, Fabiano escora, e Neilton pegou de primeira, de perna direita, no segundo pau. Gol de empate do Vitória!

FICHA TÉCNICA
Vitória 2x 2 Corinthians
Campeonato Brasileiro – 30ª rodada
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: 21/10/2108 (domingo)
Horário: 16h
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Assistentes adicionais: Edina Alves Batista (Fifa/PR) e Adriano Milczvski (PR)
Cartões amarelos: Lucas Ribeiro (Vitória); Douglas (Corinthians)
Gols: Rhayner e Neilton (Vitória); Jadson e Roger (Corinthians)

 

Vitória: Ronaldo; Jeferson, Lucas Ribeiro, Aderllan e Fabiano; Arouca, Willian Farias e Rhayner (Rodrigo Andrade); Lucas Fernandes (Neilton), Erick e Walter Bou (Léo Ceará). Técnico: Paulo Cézar Carpegiani.

 

Corinthians: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas (Araos); Romero, Jadson e Emerson Sheik (Roger) e Pedrinho (Clayson). Técnico: Jair Ventura.

 

Emilly Giffone
Sobre Emilly Giffone 28 Artigos
Repórter. Faz a cobertura do esporte amador na Bahia.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*