Presidente do Jacobina desabafa nas redes sociais

O Presidente comentou a atual situação do clube.

Presidente do Jacobina recebendo premiação no baianão 2015. (Foto: Reprodução)

Na tarde deste domingo (4), o Jacobina recebeu o Bahia, no estádio José Rocha, pela quarta rodada do baiano. A partida não saiu do 0x0. No entanto, o que chamou a atenção foi o desabafo do presidente do clube Raffael Damasceno em sua rede social, por conta dos valores dos ingressos cobrados para a partida.

Em nota, Raffael publicou a seguinte mensagem:

Quero agradecer a todo torcedor que acreditou e foi apoiar nosso Jegue hoje no estádio José Rocha. Sei que o valor do ingresso impediu que tivéssemos um público maior, muitos fizeram sacrifícios, outros não puderam ir e outros que tinham condições não foi de protesto.
Como vamos manter uma equipe de futebol na cidade sem apoio?
O torcedor tem que entender que o Jacobina é dele e ele tem que bancar o clube, eu não sou dono do Jacobina.
Como vamos contratar?
Como vamos pagar aluguel?
Como vamos pagar água e luz?
Como vamos pagar folha de pagamento?
Como vamos comprar suplementos?
Como vamos comprar alimentação (café da manhã, almoço, janta e lanche) pra trinta atletas todos os dias?
Como vamos viajar?
Como vamos nos hospedar?
Como vamos comprar medicamentos ?
Resumindo, um clube de futebol não se reune no dia do jogo pra jogar não, precisa de toda uma estrutura durante a semana.
Fico triste com pessoas da cidade, que se dizem torcedores, que esculhambaram o nosso jegue a semana toda e fizeram campanha pra ninguém ir pro estádio, quero pedir a essas pessoas que aponte uma forma de manter a equipe, porque do jeito que vai sem apoio, o nosso jegue daqui uns dias vai ficar só na lembrança.

Raffael contou com o apoio de alguns torcedores fieis ao Jegue da Chapada na sua publicação .

Torcedor fantasiado do mascote do time. (Foto: reprodução)

Força, Raffael Damasceno, parabéns pela luta. O jogo de hoje mostrou se o jacobina tivesse um apoio maior dos comerciantes do município tinha tudo para sair com três pontos, pois estrutura não faz gol, mas ganha jogo!” pontuou o torcedor.

Outro torcedor também demonstrou apoio ao mandatário do Jacobina: “Lamentável esses torcedores que não entendem que futebol só se faz com dinheiro” afirmou.

O time passa por um momento complicado, não só no campeonato, como também no financeiro. Sem apoio, o Jegue da Chapada, time que leva o nome da cidade para o Brasil, vai se virando como pode para participar da competição.

O próximo jogo do Jegue será na próxima quarta-feira (7), às 20:30h, no José Rocha, contra o Flu de Feira, com ingressos no valor de R$ 20,00.

 

Fonte: Facebook.com/Raffael Damasceno

Eduardo Dias
Sobre Eduardo Dias 50 Artigos
Estudante de Jornalismo (Estácio), amante do futebol e da cultura nordestina. Colunista e Repórter da Juazeirense/Jacuipense/Jacobina.

1 Trackback / Pingback

  1. Um clássico animal! Jegue da Chapada encara o Touro do Sertão em Jacobina - resenhanarede

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*