Presidente do Conselho Deliberativo do Vitória nega pedido de Assembleia Geral

Foto: Blog José.

@Resenhanarede

O Vitória comunicou na manhã desta quarta-feira a negativa do presidente do Conselheiro Deliberativo, Robinson Almeida, ao pedido de realização de Assembleia Geral feito por 730 associados do clube.

O pedido já tinha sido negado n dia 9 de fevereiro pelo então então presidente do mesmo conselho, Paulo Catharino e pelo Conselho Diretor. Desta vez, Robinson Almeida, diz entender que não existe base legal e estatutária pra realização de Assembleia Geral.

CONFIRA NOTA:

“O Presidente do Conselho Deliberativo, Robinson Almeida, entende que não existe base legal e estatutária pra realização de Assembleia Geral anunciada por três sócios-torcedores do Clube. O pedido foi indeferido em 9 de fevereiro de 2019 pelo então presidente do Conselho Deliberativo, Paulo Catharino, baseando-se em parecer da CBF e do renomado jurista brasileiro Fredie Didier. Dez dias depois, o Conselho Diretor se manifestou alegando que “uma vez que a controvérsia já foi resolvida quando submetido ao Presidente do Conselho Deliberativo, anteriormente, o mesmo requerimento ora encaminhado, e cuja decisão fora devidamente justificada e fundamentada, não pode agora o Presidente do Conselho Diretor pronunciar-se novamente sobre a mesma matéria já enfrentada e decidida.

Entende-se que o seguimento da tramitação do pedido de auto convocação não tem respaldo no estatuto do Clube. Por isso, foi negado também pelo Conselho Diretor e Conselho Fiscal.

“A AGE convocada dessa forma não prosperará. Não tem legalidade. Estamos construindo uma saída negociada e com segurança jurídica para a atual crise do clube. A antecipação das eleições gerais é a melhor propoposta para o bem do Vitória”, explica Robinson Almeida”.

 

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 1221 Artigos
Editor, colunista e repórter. Produtor do programa Os Donos da Bola (TV Band). Advogado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*