Foto: Reprodução.

Os clubes baianos não poderão contar mais uma vez com a Copa Governador do Estado, competição que traz minutagem para as equipes no segundo semestre. A FBF cogitou retornar com o torneio que não acontece há três anos, mas não conseguiu o número mínimo de inscrições.

Um dos entusiastas pela volta do campeonato, o treinador Laelson Lopes, do time da UNIRB, lamentou a decisão da entidade em não realizar o campeonato.

“Um prejuízo para todos os clubes que estavam querendo participar da competição. Cada clube desse tem uma média de 40 pessoas envolvidas e se tem uma média de no mínimo 200 pessoas desempregadas. Prejuízo grande para o futebol baiano e para os clubes que queriam participar. Prejuízo técnico, financeiro e de emprego. A gente fica triste e preocupado com o 2º semestre do futebol baiano”, disse Laelson.

Com a decisão, o Vitória da Conquista ficou com a vaga na Série D 2020, que seria disputada através da competição estadual.

 

parceiro oficial

2 COMENTÁRIOS

  1. Isso é uma vergonha. Os times do interior tem que se unir e formar seu próprio campeonato.
    É um lixo essa FBF. Acabou com o futebol da Bahia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui