Foto: ECV/Divulgação.
parceiro oficial

@Resenhanarede

O prefeito de Salvador, ACM Neto, estabeleceu através de decreto que eventos com público superior a 500 pessoas não poderão acontecer em Salvador. A orientação da CBF é que cidades que aja qualquer tipo de vedação devido ao Coronavírus, as partidas devem ser realizadas sem público.

Resumo da ópera: O Vitória joga a partida de volta contra o Ceará, na próxima quarta-feira (18), sem torcida.

Salvador já tem três pessoas com o vírus e medidas para contenção devem ser tomadas, ninguém discorda disso. Contudo, realizar a partida de um torneio mata-mata, sem torcida, é uma punição drástica para um clube que não cometeu nenhuma infração.

O mais correto a essa altura do campeonato é a entidade maior do futebol suspender a Copa do Brasil. Todos os clubes que jogaram a partida de ida contaram com o apoio do seu torcedor. Agora, na partida de volta, os mandantes e seus torcedores não devem ser punidos. O calendário precisa ser adiado para que as equipes possam competir em igualdade de condição.

Foto: Valmerson.

O Vitória precisa vencer por dois gols de diferença para garantir a classificação. Em caso de empate a classificação com o ceará. Já se o Leão vencer com a diferença de um gol, a decisão vai para as penalidades. O torcedor rubro-negro precisa estar no estádio para empurrar o seu time.

Colaborador: Osvaldo Barreto.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui