Oeste passeia e aplica 3 a 0 no Vitória

Foto: Reprodução.

@Resenhanarede

O Oeste conseguiu a reabilitação diante do Vitória. O time paulista estava há cinco jogos sem vencer na Série B e conseguiu afastar a pressão da zona de rebaixamento diante dos baianos. O Rubro-negro segue na lanterna da Série B e agora terá que buscar forças para se recuperar no campeonato.

O JOGO

Oeste abriu o placar com um gol contra o zagueiro Zé Ivaldo, com 30 segundos de bola rolando. O gol mudou qualquer perspectiva, mas parece ter mudado o panorama do embate entre dois times em crise.

O Vitória conseguiu equilibrar as ações e levou perigo, principalmente nas jogadas individuais de Wesley. Apostando no contra-ataque, o Oeste assustou o goleiro Ronaldo em chutes de longa distância. A equipe paulista teve um gol anulado pela arbitragem ainda na primeira etapa.

SEGUNDA ETAPA

Os visitantes voltaram tentando assustar. Aos três minutos, Wesley cobrou escanteio na segunda trave, Everton Sena fez o desvio e Glauco fez grande defesa.

O Oeste teve mais um gol anulado aos cinco minutos. Elvis cobrou falta, a bola sobrou para Maracás, que bateu para o gol e marcou. O árbitro marcou impedimento de Kanu, que participou diretamente da jogada.

Sem produzir muito, o Vitória voltou a assustar aos 21 minutos. Nickson cobrou falta e a bola passou raspando o travessão do goleiro Glauco, do Oeste. A equipe baiana voltou achegar aos 26 minutos. Neto Baiano aproveitou cruzamento, testou firme e obrigou Glauco a fazer grande defesa.

Mas foram os donos da casa que ampliaram o placar. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Lídio, que rolou para passagem de Alyson. O lateral fez o cruzamento rasteiro e o atacante só teve o trabalho de tocar para o gol.

O que tava ruim ficou ainda pior. O Oeste ampliou o placar aos 49 minutos. Roberto saiu de cara para o gol de Ronaldo e deu números finais a partida.

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 1320 Artigos
Editor, colunista e repórter. Produtor do programa Os Donos da Bola (TV Band). Advogado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*