O que Bahia e Vitória têm a fazer na última rodada do Brasileirão

Foto: Reprodução/Google.

@Resenhanarede

Chegou a 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro em sua edição de 2018. Como é praxe em competições disparadas pelo sistema de pontos corridos, boa parte dos times já não tem muito mais o que disputar no encontro derradeiro. É o caso de Bahia e Vitória, que enfrentam Cruzeiro e Palmeiras, respectivamente, no próximo domingo (02) às 16h pelo horário de Salvador.

Enquanto o Bahia já está garantido na próxima Série A e tem sua vaga na Copa Sul-Americana assegurada por conta dos 47 pontos somados até aqui, o Vitória já teve seu rebaixamento sacramentado na rodada anterior após combinação de resultados que não favoreceu o rubro-negro. Sendo assim, o que poderia motivar as duas equipes no último jogo? O Resenha na Rede separou algumas coisinhas.

Bahia
Enfrentar o Cruzeiro é uma tarefa indigesta na vida do Tricolor. O histórico do confronto aponta que as duas equipes se enfrentaram 49 vezes – 42 delas pelo Brasileirão e o Cruzeiro tem uma larga vantagem: são 29 vitórias da Raposa, ante 8 empates e 12 triunfos do tricolor.

Os dois times não tem mais nada a disputar no jogo de amanhã. Mas o atual contexto traz muitas motivações ao Bahia: caso vença, o time de Enderson Moreira chega aos 50 pontos e iguala a pontuação recorde do time na história do Brasileiro por pontos corridos. Contudo, o Bahia pode acabar em uma pontuação melhor e encerrar o certame na primeira página da tabela já que o 10º lugar é uma realidade possível.

Além disso, a partida que acontece no estádio de Pituaçu marca a despedida de Zé Rafael do Bahia e de sua torcida. O meia foi vendido ao Palmeiras por R$14,5 milhões e assinou com o atual campeão brasileiro por 5 temporadas.

Por fim, em 2003 o Bahia foi derrotado dentro de casa por esse mesmo Cruzeiro pelo resultado elástico de 7×0. O jogo também era na última rodada daquela edição do certame e rebaixou o Bahia para a Série B. Alex foi o nome do jogo com 5 gols e se firmou como o principal nome daquele timaço mineiro, que acabou campeão com 100 pontos e 102 gols marcados – recorde absoluto da história do Brasileirão. Em 2018, o Bahia enfrenta um time misto do Cruzeiro, que não conta sequer com o treinador oficial já que Mano Menezes está de licença médica para fazer um tratamento. O cenário é favorável para o Tricolor.

FICHA TÉCNICA
CAMPEONATO BRASILEIRO | SÉRIE A | RODADA 38

Bahia x Cruzeiro

Estádio: Metropolitano de Pituaçu | Horário: 16h (Horário de Salvador)
Arbitragem: Bruno Arleu de Araújo (RJ) | Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

Vitória
Rebaixado para a segundona desde a penúltima rodada, 7 jogadores liberados por antecipação, bastidores incendiando graças a especulações sobre impeachment do presidente Ricardo David e preocupações sobre o orçamento para o próximo ano de 2019: o cenário do Vitória é dos piores possíveis neste fim de ano.

Como se não bastasse, o rubro-negro ainda tem pela frente o campeão brasileiro, Palmeiras, fora de casa no chamado jogo da entrega das faixas. O clima será de festa no Allianz Parque.

O Vitoria tem a oportunidade de enxergar o copo meio cheio: garotos da base e do elenco sub-23 podem ter sua oportunidade de protagonismo no time principal e isso já é o começo de um planejamento para 2019. Colocar jogadores como Eron, Farinha e Cedric em campo sem a responsabilidade de fazer o resultado – e com a possibilidade de jogar água no chopp palmeirense deve ser um alento para torcida e direção do time vermelho e preto.

Além disso, João Burse tem mais uma chance de tentar ganhar jogo em sua passagem pelo profissional. Até aqui, o treinador não conseguiu ganhar nenhuma partida e vencer o campeão brasileiro dentro de sua casa e festa pode ser um alento para o jovem treinador.

O Palmeiras é um time que o Vitoria gosta de enfrentar e já conseguiu resultados fantásticos como o 7×2 pela Copa do Brasil. Mais recentemente, no ano passado, foi contra o Palmeiras um dos poucos triunfos do rubro-negro dentro de casa no último brasileiro. Recuperar a confiança é o começo ideal para um time que tem uma longa jornada pela frente.

FICHA TÉCNICA
CAMPEONATO BRASILEIRO | SÉRIE A | RODADA 38

Palmeiras x Vitória

Estádio: Allianz Parque | Horário: 16h (Horário de Salvador)
Arbitragem: Heber Roberto Lopes (SC) | Auxiliares: Neu Ribeiro (SC) e Eder Alexandre (SC)

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 1319 Artigos
Editor, colunista e repórter. Produtor do programa Os Donos da Bola (TV Band). Advogado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*