O Campeão moral e o melhor técnico da Bahia

Foto: Reprodução/Facebook

@resenhanarede

Precisamos falar do Bahia de Feira e de Quintino Barbosa. Um time que liderou o Campeonato Baiano do início ao fim e jogou um futebol bonito de se ver. Pelas três partidas que fez contra o Bahia no ano, o Bahia de feira já merecia esse título. E um treinador que fez uma equipe do interior apresentar um futebol de alto nível contra os dois times da capital: Bahia e Vitória. Fazia tempo que não víamos isso por aqui, nem mesmo aquele time que conquistou o título de 2011 jogava tão bonito quanto o deste ano.

Em três partidas contra o Bahia, o Tremendão venceu uma, na Arena Fonte Nova, empatou na sua moderna Arena Cajueiro na primeira partida da final, e perdeu a finalíssima, também na Fonte Nova, porém, dando muito trabalho à defesa tricolor. Realmente o Bahia de Feira é o campeão moral deste ano. Mas, é preciso, também, parabenizar o técnico Quintino Barbosa, que já demonstra ser o profissional mais bem qualificado e extremamente preparado para assumir o comando técnico de qualquer um dos clubes da capital por méritos próprios e, como diria o craque Neto, diga-se de passagem, que p*ta treinador!!

O Bahia de Feira caminha em passos largos para assumir o posto, tão falado pelos entendedores de futebol da Bahia, de terceira força do Estado. Estrutura e futebol é o que não falta. Se bem que, este ano, mostrou que pode lutar, sim, para ser a segunda, a primeira, seja lá qual for, como o mestre Barbosinha já fez questão de deixar isso bem claro, a meta não é ser apenas a terceira força, mas sim, mais um grande clube do Estado. (veja aqui).

Foto: Resenha na Rede.

O Tremendão se prepara agora para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro, que é uma ótima oportunidade para expandir o sucesso no estadual a nível nacional. O clube possui bons jogadores que se destacaram nesse início de temporada: Bruninho, um camisa 10 que não se esconde do jogo e se doa durante os 90 minutos de partida; Vitinho, que apesar de ter desperdiçado a chance de empatar a partida e tentar o bicampeonato na disputa de pênaltis, também é um ótimo jogador e ainda tem muito a mostrar com a camisa da equipe feirense. Não podemos deixar de falar do lateral Van e do experiente goleiro Jair, que é bastante identificado com o clube e pode ser uma peça fundamental para a arrancada do Tremendão Brasil a fora.

Por fim, mas não menos importante, se existisse um título moral para esse campeonato estadual da nossa Bahia, esse seria, com toda certeza, da Associação Desportiva Bahia de Feira, com méritos de sobra. Este que vos escreve é suspeito a falar, pois se trata de um amante do futebol do interior que enche os olhos quando consegue notar a ascensão de uma equipe de fora de Salvador numa competição tão voltada para o sucesso da dupla Ba-Vi.

Comemore, sim, Bahia de Feira, o vice-campeonato Baiano de 2019! É um título a mais para a sua história de garra e persistência, que futuramente será bem mais vencedora ainda. Saudações Jacobinenses!

Eduardo Dias
Sobre Eduardo Dias 319 Artigos
Editor, colunista e repórter. Acompanha as equipes de futebol do interior da Bahia.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*