parceiro oficial

@Resenhanarede

No futebol brasileiro, os goleiros gringos sempre se dão bem.  Por algumas vezes, o Bahia apostou nos arqueiros de fora e muitos deles não deixaram boas lembranças.  Perda de campeonato, rebaixamento e gols sofridos de forma estranha, foram os motivos que deixaram a torcida decepcionada.

Listamos aqui os goleiros de fora do Brasil que fizeram parte do clube. Confira:

Rodolfo Rodríguez, uruguaio que chegou ao Bahia em 1992, quando já tinha 36 anos, ganhou dois títulos baianos de 1993 e 1994. Infelizmente não foram os títulos que deixaram a marca na passagem pelo clube.  Rodolfo, tomou um gol estranho contra o Cruzeiro, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro de 1993. O Bahia tomou uma goleada de 6×0 para o time mineiro. Um dos gols sofridos, o arqueiro se distraiu, deixando a bola no chão para dar uma bronca na defesa, e o jovem Ronaldo, hoje O Fenômeno, foi mais e esperto e marcou o gol.

William Andem, camaronês, foi o primeiro africano a jogar pelo Bahia. Chegou ao clube em 1997 e foi titular em boa parte da campanha naquele Campeonato Brasileiro, no qual, infelizmente, o Bahia sofreu o seu primeiro rebaixamento para Série B. Em 1998, o goleiro deixou o Bahia, se transferindo para o Boavista, de Portugal.

NEM SEMPRE FOI ASSIM

Carlos Buttice, o argentino  não deixou lembranças ruins. Chegou a ser criticado por conta da perda do campeonato baiano de 1972 para o rival Vitória, mas as boas atuações nos anos seguintes fizeram com que o goleiro fosse peça importante nos títulos estaduais dos anos 1973 e 1974. Na campanha do Campeonato Brasileiro de 1973, o argentino se destacou e ficou perto de ganhar a Bola de Prata de melhor goleiro, mas acabou perdendo para o compatriota Cejas, que jogava no Santos.

Colaborador: Raviel Nascimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui