Copa do Nordeste tem novo formato definido

Foto: Douglas Lunardi/CBF

Desde o início do ano havia o burburinho de mudanças no ar. E agora foi confirmado: a Copa do Nordeste adota um novo formato a partir de 2019. As mudanças acontecem com o objetivo de criar maior apelo para o público e, dessa forma, aumentar a presença nos estádios e, consequentemente, aumentar a rentabilidade do Nordestão. Apesar das mudanças, há clubes, como o Bahia que ficaram insatisfeitos e ainda há expectativa de mais mudanças para a edição 2020.

COMO FUNCIONA

A partir de 2019 o Nordestão será composto por 16 clubes divididos em dois grupos, cada um com oito times. O formato prevê que um grupo enfrente o outro em turno único. Nesta primeira fase haverá oito rodadas, portanto. Os quatro melhores colocados de casa grupo avançam à fase quartas-de-final e assim sucessivamente até a grande final. Na próxima edição, a Copa do Nordeste contará com um total de 12 datas no calendário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). É importante salientar que o mata-mata passa a acontecer em jogo único. O mando de campo é definido a favor do time que tem melhor campanha geral na competição e, em caso de empate, a decisão vai para os pênaltis. Apenas a final segue no formato ida e volta.

A ideia é criar mais clássicos. Com isso, os rivais do mesmo estado devem ficar -obrigatoriamente- em grupos diferentes, forçando que jogos como BaVi, Santa Cruz x Náutico, além de Ceará x Fortaleza aconteçam de imediato na primeira fase. É um apelo para que as torcidas compareçam aos estádios desde a primeira fase.

Clássicos mais frequentes, mata-mata com jogo único, apenas dois grupos na primeira fase. Muita coisa mudou no Nordestão e a expectativa é de que muitas mudanças aconteçam para 2020. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

QUEM JOGA

Bahia: Bahia e Vitória
Pernambuco: 
Santa Cruz, Náutico e Salgueiro
Ceará: 
Ceará e Fortaleza
Alagoas: 
CSA e CRB
Maranhão: 
Moto Club e Sampaio Corrêa
Sergipe: 
Sergipe e Confiança
Rio Grande do Norte: 
ABC
Paraíba: 
Botafogo
Piauí: 
Altos

PREMIAÇÃO

Fase de grupos

R$ 1,9 milhão (do 1º ao 4º do ranking da CBF)

R$ 1,42 milhão (do 5º ao 8º)

R$ 1,22 milhão (do 9º ao 12º)

R$ 510 mil (do 13º ao 16º)

Quartas de final

 R$ 300 mil

Semifinais

R$ 375 mil

Vice-campeão

R$ 500 mil

Campeão

R$ 1 milhão

Reprodução/CBF

EXPECTATIVAS PARA 2020

 A reestruturação da Copa do Nordeste pode ter novos episódios. Há a expectativa de que o formato sofra mudanças ainda mais drásticas: redução do número de clubes para 12, mudança para grupo único e formato de disputa em pontos corridos onde os 4 primeiros avançam às semifinais e, consequentemente, os dois melhores realizam a grande final. Uma proposta semelhante àquela do início dos anos 2000. Uma segunda divisão também pode ser criada, mas o presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela, prefere deixar essa discussão para um outro momento:

– Teremos reunião no início de julho, alguns clubes querem. Teremos uma reunião com os clubes votantes para discutir um novo formato a partir de 2020. – afirmou Portela.

 

Vinicius Nascimento
Sobre Vinicius Nascimento 237 Artigos
Estudante de Comunicação na UFBA, produtor do programa Os Donos da Bola na TV Band e faz de tudo no Resenha na Rede. Oficialmente, editor e repórter do site. Tricolor, viciado em estádio e feliz pela própria natureza.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*