Foto: CBF.

@Resenhanarede

O treinador Oswaldo Fumeiro Alvarez, mais conhecido como Vadão, 63 anos, morreu na tarde desta segunda-feira (25), decorrente de complicações relacionadas a um câncer no fígado. Nascido no dia 21 de agosto de 1956, na cidade de Monte Azul Paulista. Ele começou sua carreira como meia-esquerda nas categorias de base do Guarani e rodou por clubes como Noroeste, Catanduvense e Botafogo-SP. Seu primeiro clube como técnico foi o Mogi Mirim.

Em 2004, o treinador assumiu o Bahia com a missão de leva o clube ao acesso, mas conseguiu ficar a frente da equipe por 35 partidas. No ano de 2007, Vadão foi treinador do Vitória e garantiu o acesso da equipe para Série do Campeonato Brasileiro.

Seu último trabalho foi na seleção brasileira feminina. Deixou o comando em meados do ano passado após a Copa do Mundo na França. Em suas duas passagens, Vadão conquistou duas Copas Américas (2014 e 2018), a medalha de ouro nos jogos Pan-Americanos de 2015, dois Torneios Internacionais, além de um quarto lugar nos Jogos Olímpicos do Brasil em 2016.

 O velório e sepultamento – restrito aos familiares por conta da pandemia do novo coronavírus – acontecerão em Monte Azul Paulista, sua terra natal.

Colaborador: Osvaldo Barreto.

parceiro oficial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui