Mesmo derrotado Vitória se salva do rebaixamento

Foto: Maurícia da Matta

O Vitória recebeu o Flamengo no Barradão, jogo válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro, para um público 30.140 pessoas. O Rubro-negro baiano precisava de um triunfo para se garantir na Série A 2018. Já o Flamengo buscava um resultado positivo para se garantir na fase de grupos da Libertadores.

O técnico Vagner Mancini tinha os desfalques de Tréllez e David. Assim, decidiu ir a campo com os contestados Thallyson, Danilinho e Kieza. A formação surtiu efeito na primeira etapa, com o Vitória indo para segunda etapa com 1 a 0 no placar, gol de Carlos Eduardo. Mas no segundo tempo a equipe não conseguiu segurar o resultado e viu os cariocas empatarem o jogo.

O Leão conseguiu se manter na série A devido aos tropeços de Coritiba e Avaí, que empataram suas partidas.

O JOGO

O Vitória iniciou a partida atuando  com a caraterística que deu resultado fora de casa, atuando recuado no seu campo. A formação forçou o Flamengo a propor o jogo, o que deixava o Leão forte nos contra-ataques.

Aos 20 minutos o Vitória forçou o goleiro César a fazer uma grande defesa. Danilinho tocou para Kieza, que fez a parede e deu de primeira para Patric. Na pequena área o lateral bateu, e César salvou o Flamengo.

O Flamengo tinha maior posse de bola, mas não conseguia chegar muitas vezes no gol de Fernando Miguel. Aos 32 minutos, Felipe Vizeu perdeu um gol inacreditável. Everton Ribeiro recebeu no meio e dá um passe lindo para o atacante. O garoto dominou, ajeitou o corpo e bateu de canhota, a bola passou pelo lado da trave de Fernando Miguel.

Aos 39 minutos da primeira etapa, Carlos Eduardo recebeu na área e, com muita liberdade, escolheu o canto esquerdo de César, que se esticou, mas não evitou o primeiro gol do Vitória.

Segunda Etapa

O Vitória voltou da segunda etapa garantido na Série A, precisando apenas segurar o resultado e travar as jogadas ofensivas do Flamengo. A estratégia de atuar no contra-ataque foi a mesma ordenada para segunda etapa e o jogo se repetia com o Flamengo mantendo a posse de bola.

Aos cinco minutos da segunda etapa o Vitória criou uma boa chance. Patric arrancou pelo meio de campo, tocou para Danilinho entrar sozinho na área. O meia perdeu a passada e se enrolou com a bola, perdendo oportunidade. Na sequência José Welison mandou de fora da área, mas a bola foi para longe do gol.

O Flamengo respondeu um minuto depois com Diego. O experiente jogador dominou na intermediária, cortou a marcação, levou para o pé direito e soltou a bomba. A bola saiu à esquerda do gol defendido por Fernando Miguel.

Enquanto no Flamengo a joia Vinicius Junior entrou no lugar do garoto Paquetá. Pelo lado do Vitória, André Lima entrou no lugar de Carlos Eduardo e Kieza cedeu lugar ao lateral Caique Sá. As substituições deixaram o Flamengo mais ofensivo, encurralando o Vitória a frente da área.

Aos 29 minutos a pressão deu resultado. Vinicius Junior chamou Caíque Sá para dançar, deu belo drible e tocou para o meio. Arão dominou e serviu Rafael Vaz, que bateu de canhota, viu a bola desviar e balançar a rede.

O Vitória perdeu uma chance inacreditável aos 33 minutos. Após cobrança de escanteio,  a bola se ofereceu a Kanu, que emendou de primeira, mas isolaou, livre de marcação.

No último minuto Uilian Correia botou a mão na bola infantilmente. Diego partiu para cobrança e virou o jogo para o Flamengo, 2 a 1.

Ficha Técnica:

Vitória:  Fernando Miguel,Patric, Kanu, Ramon e Tallyson; Correia, Zé Welison, Yago e Carlos Eduardo; Danilinho e Kieza. TÉCNICO: Vagner Mancini.

Flamengo: Cesár, Pará, Rafael Vaz, Léo Duarte e Trauco; Willian Arão, Cuéllar e Diego; Ewerton Ribeiro, Lucas Paquetá e Felipe Vizeu.

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 825 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Editor, colunista e repórter do Resenha na Rede. Apaixonado pela escrita e pelo Rubro-negro.

1 Trackback / Pingback

  1. Retrospectiva 2017 - Resenha na Rede - resenhanarede

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*