Mancini garante permanência de Kieza

Foto: Maurícia da Matta

Nesta sexta (12), às 15h30, a equipe enfrenta o Atlântico em um amistoso no Barradão. O time que vai a campo poderá ser formado por Fernando Miguel; Lucas, Kanu, Wallace e Bryan; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Yago e Kieza; Neilton e Santiago Tréllez.

O técnico Vágner Mancini confidenciou que o amistoso servirá como teste para estreia do Vitória na Copa do Nordeste, dia 16 de janeiro.

“Nós vamos usar o jogo do Atlântico justamente para isso (teste). Não sei se vou contar com o Tréllez, pois ele terá que ir a Colômbia por ordem pessoal, mas é o time que deve iniciar a partida diante do Globo-RN”, disse o treinador.

Mancini tem comemorado a manutenção de atletas do grupo de 2017, o técnico considera que é uma grande oportunidade começar a temporada com uma base definida.

“Nós temos a possibilidade de atletas chegarem no final de semana, mas talvez é a maior base que conseguir manter de um ano para o outro. Foram mantidos noves jogadores, em termos táticos a gente não parte do zero, com alguns chegando de times fortes. Ou seja, não vamos pegar atletas sem lastro, então temos um ganho em parte tática e estou mais satisfeitos que os anos anteriores”, confidenciou Mancini.

O treinador garantiu que o atacante Kieza permanecerá no clube e não negociará com o Botafogo ou Vasco.

“Kieza ficará por vontade dele e porque não podemos perder um atleta como ele. Tivemos o cuidado de conversar com o atleta, havia o interesse do Vasco e do Botafogo. Anderson Barros tentou trocá-lo pelo Escudero e depois buscou para o Botafogo e o clube entendeu que não teríamos condições financeiras de buscar um jogador a altura do Kieza. Ele é um atleta capacitado, acreditamos nele e sabemos que ele não desaprendeu a jogar, assim como ele sabe que o relacionamento com o torcedor tem de ser melhor”, concluiu Vagner Mancini.

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 761 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Editor, colunista e repórter do Resenha na Rede. Apaixonado pela escrita e pelo Rubro-negro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*