Z-4 tira o sono de Léo, que quer vencer fora de casa para dormir tranquilo

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Desde o dia 8 de novembro de 2017 o Bahia não vence sequer um jogo fora de casa pelo Campeonato Brasileiro. Foi no jogo contra o Avaí, no estádio da Ressacada, quando o Tricolor venceu por 2 a 1 com direito a dois gols de Edigar Junio, que vivia uma fase mágica. Assim como neste ano, o Bahia pouco venceu fora de casa no Brasileirão: foram apenas 3 vitórias em 19 jogos longe da Arena Fonte Nova. O que rendeu ao Tricolor a terceira pior campanha, como visitante, de todo o Campeonato de 2017.

Nesta temporada, a sina do Bahia se mantém. São duas derrotas em dois jogos fora de casa. 4 gols sofridos no total: levou 2 do Internacional e 2 do Sport. Nenhum golzinho marcado. O desempenho incomoda a torcida do Bahia e também tira a paciência dos jogadores do Tricolor.

– É mais comportamento. Postura mesmo. A torcida está cobrando isso [uma vitória fora de casa], a gente está atento e creio que vá começar [a vencer fora de casa] neste jogo contra o Palmeiras. […] Vai mudar. A gente conversa sobre isso. Sabemos o quanto é difícil pontuar no Brasileiro e em qualquer competições. Quando a gente vê os campeões, eles não vencem apenas dentro de casa, vencem fora também. Precisamos querer o “algo a mais” dentro da competição. – comentou Léo, o entrevistado do dia no Fazendão.

A seca fora de casa tira o sono de Léo. Próximo desafio é contra o Palmeiras, no sábado.
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O Bahia empolga com as atuações da Fonte Nova, mas os resultados não animam. Apesar de estar invicto, o time de Guto Ferreira não tem uma campanha empolgante no que se trata de resultados: 2 empates e um único triunfo. O Bahia tem um volume muito intenso dentro de casa, mas isso não está se convertendo em gols. Fora de casa o time segue muito ruim e não conseguiu sequer marcar gols.

– Incomoda, não é, cara?! Como é que vai dormir? – questionou Léo.

Para o jogo contra o Palmeiras, o Bahia deve contar com o retorno de Tiago ao miolo de zaga. O capitão deve compor a primeira linha de marcação juntamente a Lucas Fonseca, que vem capitaneando o time nas últimas partidas. Éverson jogou enquanto Tiago esteve fora e o desempenho do garoto da base agradou o companheiro de time.

– Ganha em entrosamento [o retorno de Tiago ao time]. Tiago é um dos nossos líderes dentro de campo. O Éverson está vindo muito bem, também. Esses últimos jogos ele está nos ajudando muito, até salvou um gol do São Paulo em um lance com percepção muito boa da parte dele. Acho que o importante é isso? Tiago chega com sua experiência e liderança, mas, assim como eu, sempre respeitando todos os jogadores e isso faz um grupo forte.

Tiago pode voltar em partida contra o Palmeiras. Éverson tem sido o titular da zaga. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Os últimos dias têm sido de confronto entre o próximo adversário do Bahia -o Palmeiras- e sua torcida. Apesar da fase do alviverde ser muito boa e com números excelentes sob o comando de Roger Machado, a torcida do time paulistano cobra mais empenho nos clássicos, principalmente. Eles querem um retorno ainda maior para que o investimento do clube, que é um dos maiores do Brasil, seja refletido em campo.

– Estão falando de crise [no Palmeiras], mas eles se classificaram em diversas competições. A cobrança é mais pelo investimento que fizeram. Se não me engano eles estão em terceiro no Brasileiro, sei que é na parte de cima. Se estão dizendo que é crise talvez seja porque o torcedor está cobrando pelo que o clube investiu. A gente tem que focar em nosso jogo. Ficar olhando muito pro adversário não dá certo.

Vinicius Nascimento
Sobre Vinicius Nascimento 184 Artigos
Estudante de Comunicação na UFBA, produtor do programa Os Donos da Bola na TV Band e faz de tudo no Resenha na Rede. Oficialmente, editor e repórter do site. Tricolor, viciado em estádio e feliz pela própria natureza.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*