Jogador do Bahia Fut 7 é vítima de racismo na Taça Brasil

Foto: Arquivo Pessoal

@Resenhanarede

O Bahia enfrentou, no último dia 15 de novembro, a equipe do Pandas Futebol Society, partida válida pela Taça Brasil, competição organizada pela Confederação Brasileira de Fut 7.O jogador Flávio Luís (Babu), do Bahia, denunciou ao site Resenha na Rede que foi vítima de injúria racial. Segundo o atleta, o ofensor foi um jogador da equipe cearense.

“Um atleta do Pandas dirigiu-se a minha pessoa com um ato extremamente racista, me chamando de macaco por três vezes. E a minha indignação como negro e ser humano foi pedir para o juiz parar o jogo. Quando terminou a partida fui a delegacia e fiz uma ocorrência. Vou dar prosseguimento a esse processo, a gente não pode deixar que casos como esse se tornem rotineiros”, disse Babu.

A equipe do Panda se manifestou na redes sociais e seus representantes apontaram que o dia 15 de novembro foi um dia mais marcantes na história da equipe. “Fomos responsáveis por um ato de injúria racial contra um atleta do time adversário. Tal ato foi provocado por um atleta (QUE ESTAVA INSCRITO EM NOSSA EQUIPE, MAS QUE NÃO ESTAVA EM CAMPO, NESSE JOGO O MESMO NÃO TINHA SIDO RELACIONADO E ESTAVA COMO TORCEDOR, NÃO COMO JOGADOR).  (…) Retiramos o atleta do ambiente da competição e , lá esmo, o próprio jogador foi informado que sofreria punições. (…) Nós do Pandas, reiteramos nosso compromisso social com a defesa de todas as classes e diversidades”.

A Federação Baiana de Fut 7 emitiu nota de repúdio ao fato e prestando solidariedade ao atleta, assim como a Confederação Brasileira de Fut 7.

Confira a nota da Federação:

“Hierarquicamente, aguardamos a Confederação se pronunciar oficialmente, agradecemos.

A FFSB-7 junto com seus dirigentes, atletas e torcedores é totalmente contra o racismo e a violência no Fut7. Somos uma entidade que vive e respira respeito pelo próximo. Vivemos todos em sociedade e não aceitamos que ocorra nenhum tipo de atitude no esporte que não seja de amor e respeito a todos.

Nosso atleta, Flávio Luís (Babu), é um homem e desportista honrado, ser humano digno e batalhador, assim como é 90% do nosso povo da Bahia.

REPÚDIO É POUCO! Exigimos o fim do racismo e qualquer tipo de punição é pouco pra esse crime!

Estaremos atentos até o fim desse processo e que Deus coloque mais amor no coração dos homens.
Aqui racismo não passa!”

Atualizado 14.25

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*