Jeferson projeta 2019 do Vitória: “Ano novo, ano de renovação”

(Imagem / Maurícia da Matta - ECV)

@resenhanarede

Enquanto o grupo profissional do Vitória, que conta com atletas mais experientes, ganha tempo para trabalhar de forma adequada de olho em toda a temporada, o sub-23 rubro-negro se apresentou em dezembro e iniciou os treinamentos com antecedência para representar o clube nos primeiros jogos do ano principalmente na primeira fase do Campeoanto Baiano.

Compondo a equipe principal, o lateral-direito Jeferson se reapresentou na semana passada e não deve participar dos primeiros jogos do Campeonato Baiano e da Copa do Nordeste, estratégia adotada pela diretoria do clube para driblar o calendário apertado e aprovada pelo experiente jogador.

“Acho bom, bom para a equipe. Tem poucos jogadores que chegaram, o elenco está bem enxuto, os jogadores subiram da base, sub-23, sub-20, ajuda a amadurecer, estão treinando com a gente. Tem Baiano e Copa do Nordeste, um campeonato em cima do outro, importante colocar os meninos para aproveitar a oportunidade. Acho certo isso, colocar os meninos da base para treinar com o profissional. Tem o Campeonato Baiano, a Copa do Nordeste, colocar os meninos para poder jogar”, disse o lateral durante a coletiva.

Cedric é um dos jovens oriundos da base que ganhará oportunidade de iniciar a temporada como titular. Ele tem apenas 20 anos e é formado nas categorias de base do Rubro-Negro. Atualmente o Leão conta apenas com ele e Jeferson como opções para a lateral direita do time neste começo de ano, mas, segundo Jeferson, não há rivalidade entre os dois. O sentimento é de cooperação para fazer com que o Vitória tenha um bom ano de 2019.

“Cedric é um bom lateral também. É novo também. Então é uma disputa sadia, não tem o que falar. A gente conversa. Dou conselho a ele também. A gente procura dar o melhor de si para ajudar o Vitória. Quando tenho oportunidade, converso com ele, a disputa está boa. Espero que quem estiver melhor jogue. A disputa será sadia”, completou.

Jeferson aproveitou para compartilhar o sentimento que tem de recuperar o Vitória. No ano passado, ele atuou em 30 partidas do Brasileirão, inclusive no empate com o Grêmio, que selou o rebaixamento do time para a Série B. Ele revela que espera ajudar a devolver o time à elite do futebol nacional.

“Todos sabemos que vamos passar por dificuldades, isso não tem como colocar de lado. Todos sabemos. Então é encarar as dificuldades. Ano passado foi muito complicado, já esquecemos o ano passado. Ano novo, ano de renovação, temos que montar um time forte, um elenco forte, para subir para a Série A. Todo jogador que chegar tem que ter essa mentalidade, que é subir para a Série A e se manter na Série A. Vai ser um ano complicado para a gente, e todos sabemos disso. Mas, com todos mantendo o foco e com o mesmo objetivo, tenho certeza que lá na frente vai dar certo”, finalizou.

A estreia do Vitória será realizada pela equipe sub-23, no dia 15, contra o CSA, pela primeira rodada da Copa do Nordeste. Até a estreia, serão apenas 13 dias de pré-temporada.

Eduardo Dias
Sobre Eduardo Dias 206 Artigos
Estudante de Jornalismo (Estácio). Colunista e Repórter do interior.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*