Guia do Campeonato Baiano 2019

Foto: Felipe Oliveira/ECB.

@Resenhanarede

O Campeonato Baiano 2019 terá início no dia 19 de janeiro, chegando em sua 116º edição, o que o torna no segundo torneio mais antigo do futebol brasileiro, perdendo a primeira posição apenas para o Campeonato Paulista. O Baianão terá um jogo único em sua abertura, envolvendo a equipe do Bahia de Feira e o Jacuipense, partida que será realizada na charmosa Arena Cajueiro, a partir das 16h (horário local).

Com pouco apelo midiático e com a dupla BaVi em meio a disputa da Copa do Nordeste, a expectativa por partes dos torcedores é que Bahia e Vitória entrem em campo com suas equipes Sub-23, pelo menos na primeira fase da competição. De certo, que tal decisão gera expetativa para as outras oito equipes que estão no campeonato, pois a chance de “competição” poderá aumentar consideravelmente.

Em 2019, o Campeonato Baiano contará com quatro equipes que já levantaram o caneco. A cidade de Feira de Santana tem nos seus representantes, Bahia de Feira e Fluminense de Feira, a possibilidade de ver novamente os times levantarem a taça do estadual. Salvador estará representada pela dupla BaVi, que juntas possuem a maior quantidade de títulos do certame, 76 no total.

Nesta edição os dez clubes estão agrupado em grupo único onde todos se enfrentam em turno único, no qual, acontecerão nove rodadas. Os quatro primeiros colocados avançam para a semifinal e, posteriormente, final. O último colocado é rebaixado para a Série B do ano seguinte. A partir da segunda fase os jogos acontecem em ida e volta.

REGULAMENTO:

1ª FASE:

|TURNO ÚNICO|
TODOS X TODOS
CLASSIFICAM OS 4 PRIMEIROS COLOCADOS
ÚLTIMO COLOCADO É REBAIXADO.

SEMIFINAIS:

| JOGOS DE IDA E VOLTA|
JOGO 1: 1º COLOCADO x 4º COLOCADO
JOGO 2: 2º COLOCADO x 3º COLOCADO

FINAIS:

VENCEDOR JOGO 1 X VENCEDOR JOGO 2

Além disso, a partir da fase semifinal, segue o formato em que o melhor colocado na pontuação geral tem a vantagem de jogar por dois empates.

Neste ano, além de torcer para o seu clube de coração, o site Resenha na Rede sorteará uma camisa pólo masculina da dupla BaVi, clique aqui ou aqui e saiba como participar da promoção. Mas a partir de agora, conheça um pouco mais sobre cada uma das dez equipes que estão no Baianão 2019. Confira:

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS

O Carcará voltou! Longe da elite há cinco anos, disputando a segunda divisão do Estadual, o Atlético de Alagoinhas, carinhosamente conhecido como Carcará, prepara seu retorno para à Série A do Campeonato Baiano em 2019. Na mala, carrega a conquista do título da segundona, diante do PFC Cajazeiras. A aposta do time está no banco de reservas, o treinador Arnaldo Lira é peça fundamental na preparação do Atlético para diputa do Baianão 2019.

Time do Atlético levantou o troféu de campeão da Série B. Foto: Carlos Santana / FBF

Com 100% das arquibancadas liberadas, a capacidade do “novo” Carneirão será de aproximadamente 16 mil pessoas. O gramado foi completamente trocado por um mais moderno, segundo a organização do estádio, no padrão “Fonte Nova”.

O Atlético buscará em 2019 repetir os feitos dos primeiros anos da década de 2000, onde foi 6º colocado por três oportunidades; em 2010, 2011 e 2012, e em 2009, quando conseguiu chegar as semi-finais e ficar na 4ª posição. Um ano para ser esquecido pelos atléticanos é o de 2013, o de seu rebaixamento, quando amargou a 12ª posição do campeonato.

FICHA

Nome: Alagoinhas Atlético Clube

Apelido/Mascote: Carcará

Data de Fundação: 02 de abril de 1970

Títulos Baianos: Nenhum

Estádio: Municipal Antônio de Figueiredo Carneiro, o Carneirão

Treinador: Arnaldo Lira

Destaque: João Neto

BAHIA

O Bahia é o atual campeão baiano, voltou levantar a taça após dois anos na fila, mas a promessa do departamento de futebol é que o time dispute a competição com o time Sub-23. O Tricolor estará envolvido em cinco competições no ano, sendo que quatro delas se inciam ainda no primeiro semestre: Campeonato Baiano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. Assim, o Campeonato Baiano ganha menos peso no calendário do clube.

Maior vencedor da competição, o Bahia vai iniciar a jornada contra o Jequié, no domingo (17), jogando no estádio Waldomirão, partida que acontece a partir das 16h (horário local).

O Tricolor da capital entra no ano com poucas contratações, mas mantendo a fórmula que deu certo nos últimos dois anos, contratando jogadores operários e que tiveram muito tempo de jogo na temporada anterior.

FICHA

Nome: Esporte Clube Bahia

Apelido/Mascote: Esquadrão de Aço/Superhomem

Data de Fundação: 01 de janeiro de 1931

Títulos Baianos: 47

Estádio: Arena Fonte Nova

Técnico: Enderson Moreira

Destaque: Gilberto

BAHIA DE FEIRA

O Tremendão tem um grande aliado para temporada 2019, o clube vai estreiar a sua charmosa Arena Cajueiro no Campeonato Baiano, tornando-se o primeiro clube do interior a contar com um estádio próprio. O feito é tão especial, que a abertura do estadual será realizada na cidade de Feira de Santana, no dia 19 de janeiro, quando o Bahia de Feira recebe a Jacuipense, às 16h.

Foto: Ascom/Bahia de Feira

O estádio será forte aliado para o clube de Feira de Santana tentar repetir o feito do ano de 2011 e garantir o troféu do certame estadual.

Quintinho Barbosa, 53 anos, está mais uma vez no comando técnico do clube e foi responsável direto pela montagem do elenco para temporada 2019. O clube disputará o Campeonato Baiano e a Série D do Campeonato Brasileiro.

FICHA

Nome: Associação Desportiva Bahia de Feira

Apelido/Mascote: Tremendão/Cangaceiro

Data de Fundação: 2 de julho de 1947

Títulos Baianos: 1

Estádio: Arena Cajueiro

Técnico: Barbosinha

Destaque: Capone

FLUMINENSE DE FEIRA

Mudou tudo! De última hora o Fluminense de Feira encerrou a preparação que estava sendo feita com o treinador Evandro Guimarães e teve que recomeçar do zero com o treinador de Chiquinho Lima. Isto porque, houve um entreveiro entre o antigo treinador e o presidente do clube , Zé Chico, que pediu para um jogador ser testado em um amistoso na pré-temporada.

A estreia do Fluminense de Feira no Campeonato Baiano é contra o Bahia,no dia 20 de janeiro, clube de maior orçamento na competição. O desafio do treinador é conhecer o elenco e fazer com que os atletas entendam a sua filosofia de jogo.

Bi-campeão baiano, o Touro do Sertão está na fila desde 1969. Agora, o clube entra no campeonato como franco atirador, mas a sua apaixonada torcida espera que o time chegue ao menos na semifinal. Afinal, o Baiano 2019 servirá de preparação para disputa da Série D 2019.

FICHA

Nome: Fluminense de Feira Futebol Clube

Apelido/Mascote: Touro do Sertão/Touro

Data de Fundação: 1 de janeiro de 1941

Títulos Baianos: 2

Estádio: Joia da Princesa

Técnico: Chiquinho Lima

Destaque: Vitinho

JACOBINA

Na série A do Campeonato Baiano desde 2015, o Jacobina busca dar um passo mais a frente no Campeonato Baiano. A aposta da direção está no banco de reservas com o “rei do acesso”, o treinador Paulo Salles. Esta é a quinta passagem do técnico pelo clube, sendo ele o responsável por trazer a equipe de volta a Série A em 2014.

O Jegue da Chapada estreia no dia 19 de janeiro e coincidentemente enfrentará a equipe do Jequié, partida que ocorreu na primeira rodada do Baianão, mas agora o desafio é fora de casa. Naquela oportunidade, o Jacobina saiu derrotado por 2 a 1.

FICHA

Nome: Jacobina Esporte Clube

Apelido/Mascote: Jegue da Chapada

Data de Fundação: 1 de dezembro de 1993

Títulos Baianos: 0

Estádio: José Rocha

Treinador: Paulo Salles

Destaque: Paulo Salles

JACUIPENSE

O Jacuipense mais uma vez estará envolvida em duas competições no ano, o clube disputará o Campeonato Baiano e a Série D, pelo segundo ano consecutivo. O time tem 53 anos de vida e está na Série A do Baianão desde 2012, ano em que retornou para elite do futebol estadual.

Foto: Jacuipense.

A fórmula do time é conhecida há muito tempo, mesclar jogadores da divisão de base com atletas rodados. Por isso, a braçadeira de capitão vai para o experiente volante Ueliton, com passagens por Bahia e Vitória. Já a beira do campo segue com o comando técnico de Jonilson Veloso. Em 2018, o Leão do Sisal terminou o Campeonato Baiano na sexta colocação e caiu na fase de grupos da Série D do Campeonato Brasileiro.

Nome: Esporte Clube Jacuipense

Apelido/Mascote: Leão do Sisal

Data de Fundação: 21 de abril de 1965

Títulos Baianos: 0

Estádio: Eliel Martins (Valfredão)

Treinador: Jonilson Veloso

Destaque: Ueliton

JEQUIÉ

Este é o ano de confirmação do trabalho para a Jequié,  o time retornou a primeira divisão em 2018 e agora tem a missão chegar ao menos na semifinal do Campeonato Baiano. A aposta do ano é em jogadores que conhecem a competição estadual, com passagens por outros clubes no Baianão.

Foto: Max Haack / Ag. Haack

O treinador Carlos Rabello acertou com o Jequié para mais uma tempora,  ele dirigiu o time por cinco jogos do estadual de 2018, conquistando uma vitória e quatro derrotas. A direção aposta em seu trabalho para garantir a permanência do clube na Série A.

FICHA

Nome: Associação Desportiva Jequié

Apelido/Mascote: Jipão/Sol

Data de Fundação: 20 de novembro de 1969

Títulos Baianos: 0

Estádio: Waldomiro Borges (Waldomirão)

Técnico: Carlos Rabello

Destaque: Carlos Rabello

JUAZEIRENSE

Se 2017 foi um ano de conquistas históricas, quando o clube alcançou o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro, da temporada passada não se pode dizer o mesmo. Em 2018, o Cancão de Fogo sofreu na competição nacional e foi rebaixada para Série D.

(Foto: Carlos Humberto/ Agência CH)

Quando o assunto é Campeonato Baiano, o clube de Juazeiro tem uma história recente, mas de se chamar atenção: chegou às semifinais em 2015, 2016 e 2018. Na primeira ocasião quase surpreendeu o Bahia em plena Arena Fonte Nova, quando abriu 2×0 -resultado mais do que suficiente para confirmar a classificação à grande final-, mas cedeu a virada ao time tricolor. Na temporada passada ficou pelo caminho contra o Tricolor da Capital, após um empate na primeira partida, foi goleado no jogo de volta por 3 a 0.

O Cancão de Fogo tem uma temporada recheada. Além do Campeonato Baiano e do Brasileirão, o time disputará a Copa do Brasil e tem pela frente a equipe do Vasco.

FICHA

Nome: Sociedade Desportiva Juazeirense

Apelido/Mascote: Cancão de Fogo

Data de Fundação: 12 de dezembro de 2006

Títulos Baianos: 0

Estádio: Adauto Moraes

Técnico: Aroldo Moreira

Destaque: Jacó

VITÓRIA

(Foto: Maurícia da Matta/ECV)

Detentor de 29 títulos na história do Campeonato Baiano, o Vitória chega em 2019 recheado de indecisões. A promessa inicial da direção do clube era disputar o campeonato com o time sub-23, mas nos últimos dias o treinador, Marcelo Chamusca, já falou em mescla com os profissionais ao longo da competição.

O Vitória viverá um ano difícil, após o rebaixamento para Série B do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro tenta se reestruturar financeira e politicamente, além da comissão técnica ter a tarefa de animar um elenco reprovado na temporada passada. Os reforços até então anunciados não animaram os torcedores – Thales, Wesley, Edcarlos, Leandro Vilela, Ruy e Andrigo -, e o treinador Marcelo Chamusca tem no Campeonato Baiano a esperança de reconquistar a moral da equipe.

O Vitória estreia fora de casa contra o Jacobina. O apito inicial está marcado para às 16h.

FICHA

Nome: Esporte Clube Vitória

Apelido/Mascote: Leão da Barra/Leão

Data de Fundação: 13 de maio de 1899

Títulos Baianos: 29

Estádio: Barradão

Técnico: Marcelo Chamusca

Destaque: Lucas Ribeiro

VITÓRIA DA CONQUISTA

Com apenas treze anos de fundação, o Bode chegou bateu na trave em 2015, quando chegou à final para enfrentar o Bahia e aplicou uma goleada por 3×0 no primeiro jogo, que aconteceu em seus domínios: o estádio Lomanto Júnior. No jogo da volta o Bahia se impôs e aplicou uma goleada ainda mais avassaladora: 6×0 e título para o Tricolor da capital.

Com pretensões menores em 2018, o Bode será comandado por Everton Goiano, que já passou pelo clube e conquistou a Copa Governador do Estado em 2014.

O zagueiro Silvio, ídolo da torcida e capitão do Bode, renovou para a temporada 2019. Sílvio tem mais de 350 jogos pelo Bode e 32 gols marcados.

FICHA

Nome: Esporte Clube Primeiro Passo Vitória da Conquista

Apelido/Mascote: Bode

Data de Fundação: 21 de janeiro de 2005

Títulos Baianos: 0

Estádio: Lomanto Júnior/Lomantão

Técnico: Everton Goiano

Destaque: Silvio

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 1319 Artigos
Editor, colunista e repórter. Produtor do programa Os Donos da Bola (TV Band). Advogado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*