Feitiço contra feiticeiro: Bahia sofre gol no final e perde 2 pontos em casa

  • Tinha tudo para ser mais uma noite mágica na Fonte Nova. Mas o Bahia tropeçou nas próprias pernas e ficou no empate contra o São Paulo jogando pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor subiu para cinco pontos na tabela de classificação, mas o gol aos 47 minutos do segundo tempo deixou um gostinho de “quero mais”. Ou pior: sabor de derrota.

PRIMEIRO TEMPO

O primeiro tempo foi muito movimentado e contou com três gols no total. Isso não quer dizer que foi um primor técnico, mas sem dúvidas Bahia e São Paulo fizeram 45 minutos agitados na Fonte Nova. Logo no comecinho Zé Rafael sofreu pênalti bobo cometido por Hudson. Edigar foi para a bola e exorcizou mais um fantasma: ele tinha perdido os dois últimos pênaltis que cobrou na Fonte Nova. Dessa vez, acertou. 1×0 Bahia.

O São Paulo cresceu e chegou algumas vezes ao gol de Douglas. Nenê fazia bem o papel de articulador e em uma das tentativas cavou a bola lá para Trellez e o chileno não perdoou. Era o empate do time paulistano.

O jogo seguiu lá e cá. No meio das faltas e reclamações surgiu um lance de gol: Élber disputou com Reinaldo e ajeitou para Edigar Junio mostrar que encarnou o papel de centroavante. Um tirambaço contra Sidão, que nada pôde fazer. Era a virada do Tricolor mandante do jogo. E assim acabou o primeiro tempo. Depois do apito, muitas reclamações. Fonseca ainda levou amarelo.

Edigar fez dois, mas não foi suficiente. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo não foi tão agitado quanto o primeiro, mas os dois tricolores seguiram fazendo um bom jogo. O Bahia teve as melhores oportunidades, mas pecou e muito na hora de finalizar as jogadas. Um desses lances foi fatal.

O ponteiro já apontava seus 46 minutos quando Kayke recebeu a bola, ajeitou mal e finalizou mal. A bola sobrou para a zaga do São Paulo puxar um contra-ataque desesperado. Shaylon viu o espaço vazio e decidiu experimentar: não poderia fazer uma aposta melhor. Foi um golaço no último lance do jogo. E acabou assim, feito um arrocha: dois pra lá, dois pra cá.

E AGORA…

O Bahia ficou apenasna posição acima da zona do rebaixamento. É o décimo sexto colocado. Um ponto acima do Vitória, que venceu o Vasco e deu uma respirada com seus, agora, quatro pontinhos. O próximo desafio do time de Guto Ferreira pelo Campeonato Brasileiro é contra o Palmeiras fora de casa. E o time já fica com o sinal de alerta aceso. É preciso pontuar fora para não se complicar.

 

Vinicius Nascimento
Sobre Vinicius Nascimento 182 Artigos
Estudante de Comunicação (UFBA). Colunista e repórter da Juazeirense e Fluminense de Feira.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*