FBF define grupos do Intermunicipal 2018

Foi realizado na manhã deste sábado (4) o lançamento do Campeonato Intermunicipal 2018, competição que contará com 64 equipes. O campeonato terá a transmissão da TVE, pelo terceiro ano consecutivo. A competição inicia no próximo dia 12 e a finalíssima no dia 16 de dezembro.

Dirigentes e representantes das Ligas Municipais, autoridades e profissionais da imprensa esportiva da capital e do interior do Estado se reuniram no XXI Congresso do Campeonato. O presidente Ednaldo Rodrigues agradeceu aos presidentes das Ligas a realização da competição.

“Essa é uma competição muito especial, que já revelou grandes atletas. O Intermunicipal tem grande importância para o Estado, movimenta a economia e o turismo das cidades. E tudo isso acontece pela dedicação de todos vocês dirigentes de Ligas, que chamo de colegas, pois também fui presidente de Liga em Vitória da Conquista”, afirmou Ednaldo.

Cada equipe participante poderá inscrever 35 atletas, com idades entre 16 e 23 anos. Cinco atletas poderão ter cinco atletas com mais de 25 anos. Uma novidade interessante é a possibilidade de cada time poder substituir cinco atletas durante a partida.

No início serão 16 grupos, com quatro seleções, três se classificam, em jogos de ida e volta. Segunda fase com 48 grupos, sendo oito classificados para terceira por melhor campanha nas duas fases anteriores. Terceira fase com 32 seleções. O mata-mata será disputado por 16 equipes, com a equipe de melhor campanha jogando o segundo jogo em casa.

GRUPOS

G1 – Canudos, Cipó, Euclides da Cunha e Paulo Afonso.

G2 – Campo Farmoso, São Domingos, Senhor do Bonfim e Valente.

G3 – Biritinga, Conceição do  Coité, Ichú e Retirolândia.

G4 – Feira de Santana, Itaberaba, João Dourado e Morro do Chapéu.

G5 – Conceição da Feira, Pé de Serra, Riachão do Jacuípe e Santa Barbára.

G6 – Camaçari, Lauro de Freitas, Santo Amaro e Terra Nova.

G7 – Cachoeira, Maragojipe, Sapeaçu e Saubara.

G8 – Ibirapitanga, Ipiaú, Jagaquara e Ubaíra.

G9 – Ituberá, Santo Antônio de Jesus, Valença e Ubaitaba.

G10 – Itabuna, Itajuípe, Ubatã e Uruçuca.

G11 – Brunado, Luís Eduardo Magalhães, Paratinga e São Desíderio.

G12 – Barra do Choça, Itambé, Itororó e Vitória da Conquista.

G13 – Arataca, Camacan, Canavieiras e Una.

G14 -Floresta Azul, Ibicaraí, Itaú do Colônia e Itapé.

G15 – Eunápolis, Itapetinga, Macaraní e Pau Brasil.

G16 – Itamarajú, Porto Seguro, Prado e  Teixeira de Freitas.

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 936 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Editor, colunista e repórter do Resenha na Rede. Apaixonado pela escrita e pelo Rubro-negro.

2 Comentário

  1. É uma vergonha a cidade de Alagoinhas não fazer parte de um campeonato intermunicipal onde tem vários jogadores bom que podem ser aproveitados para os times do interior usar no campeonato baiano

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*