Foto: Reprodução.

@Resenhanarede

Ansiedade e saudade andam juntas neste momento para os amantes do futebol que sentem falta das emoções, alegrias e até tristezas. Saudade também é o sentimento dos profissionais da comunicação que vão aos estádios narrar, fazer entrevistas e acompanhar as partidas.

O campeonato baiano está paralisado desde o dia 17 de março e pode ser reiniciado no próximo dia 18 de julho, segundo informou o presidente do Bahia de Feira, em entrevista à rádio 87 FM, do Rio Grande do Norte. Ele também revelou que os jogos da copa do nordeste, podem ser sediados em Salvador e Feira de Santana (BA).

Profissionais da imprensa, que possuem um papel fundamental  nesse contexto, falaram com exclusividade ao site Resenha na Rede sobre a volta das competições na Bahia.

Edson Marinho, comandante da equipe Os Campeões da Bola, da rádio Metrópole, pontou: “Se a equipe de saúde fizer o trabalho e acontecer tudo certinho para que ninguém corra risco de contaminação, eu sou totalmente a favor para que volte os jogos”, pontuou.

Por outro lado, o jornalista Darino Sena se mostrou contrário. “Sou totalmente contra, pela falta de preocupação com jogadores e pessoas ligadas a realização dos jogos. Desrespeito total com as famílias que perderam seus entes queridos”.

Jailson Baraúna, setorista do Bahia, pela rádio Excelsior, também se diz avesso a possibilidade de retorno. “Sou contra, percebo a incapacidade do brasileiro entender a dimensão da doença, dos estragos que ela comete. Não temos condições estruturais para retornarmos aos gramados”, disse.

Antônio Tillemont, comentarista esportivo, traz um questionamento a respeito da decisão. “Entendo que suspendeu o campeonato (Baiano) na hora errada, pois só faltavam duas rodadas para o término da fase de classificação e existia apenas uma morte no país em função do Coronavírus. Agora, no sentido contrário, se repete o erro. Acho que não é hora de voltar com os números crescentes. Dos clubes do interior, apenas o Bahia de Feira tem condições de se fazer exames regulares para controle do COVID-19. Os demais não tem como arcar com essas despesas”, pontuou.

De certo que, o Campeonato Baiano e a Copa do Nordeste devem retornar ainda em julho. Já as competições nacionais retornam no mês de agosto.

Colaborador: Raviel Nascimento

parceiro oficial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui