Enderson elogia resposta dos jogadores e diz que usará força máxima na Copa do Brasil

Técnico tricolor mostra satisfação com triunfo diante do Jacobina, mas já mira confronto com o Rio Branco no meio da semana

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

@Resenhanarede

O comandante Tricolor, Enderson Moreira, se mostrou satisfeito com o triunfo por 3 a 0 no Jacobina, neste domingo, na Arena Fonte Nova, em jogo válido pelo Campeonato Baiano. O que mais agradou o técnico foi a mudança de postura de seus jogadores no segundo tempo do jogo.

“O mais importante foi a nossa melhora significativa do primeiro para o segundo tempo. Acho que o segundo tempo nosso foi mais consistente. E quando você faz o gol vai derrubando o adversário. A gente foi fazendo os gols e foi apagando, aos pouquinhos, essa competitividade toda da equipe adversária”, analisou Enderson.

Questionado sobre o motivo de ter improvisado o volante Flávio na lateral direita, mesmo tempo os jovens Douglas Borel e Matheus Silva no banco de reservas, o treinado falou em experiência, momento e a necessidade de errar o mínimo possível nas escolhas, já que o Tricolor precisava do resultado positivo.

Improvisado na lateral direita, o volante Flávio fez boa partida (Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)

“Borel é um menino ainda. As situações têm que ser favoráveis para ele nesse processo. A cada dia que passa, ele evoluiu mais, se capacita mais. A gente tem jogos decisivos, então acho que não é o momento de utiliza-lo. O Flávio é um jogador que já fez essa função durante alguns jogos pra gente, e jogos muito importantes pra gente. E por ter uma saída de bola qualificada, acho que casou muito bem com a nossa ideia. O Matheus é um menino promissor. Ainda tá num processo de adaptação também. Na verdade, a gente escolheu um jogador que está ambientado com a função, tem treinado também e está maduro pra esse tipo de jogo”, explicou Enderson.

Sobre o jogo de quarta-feira, no Acre, diante do Rio Branco, estreia da equipe na Copa do Brasil, o treinador falou que irá utilizar o que tem de melhor. “Força máxima. Não tem dúvida nenhuma. Não é loteria. É um jogo apenas com uma vantagem, que pra mim é mínima. É um jogo com uma equipe extremamente difícil e que não tem jogado tanto. É um grupo extremamente difícil. Mas a gente tá se preparando da melhor forma pra isso. Queremos esses jogos e precisamos estar concentrados para isso para fazer um bom jogo e conseguir a classificação”, finalizou.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*