Foto: Site Oficial Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Seguindo a série da “Edição Especial: Grêmio” vamos recordar as entrevistas que foram realizada com três importantes membros da equipe gaúcha: a Treinadora Patrícia Gusmão, Karol Lins (centroavante) e Karina Balestra (atacante), que participou da nossa live. Tivemos acesso a trajetória de cada uma delas bem como suas impressões acerca do universo do futebol feminino, além das diversas conquistas de cada uma.

Atual técnica do tricolor gaúcho, Patrícia Gusmão assumiu o comando da equipe no início da temporada passada e possui grandes feitos em toda a sua carreira. São diversos títulos nacionais e internacionais desde os tempos de atleta. Na atual função segundo a mesma, “o maior desafio é fazer com que a equipe do Grêmio seja a melhor equipe de futebol feminino brasileiro”.

Indagada sobre a atual conjuntura do futebol feminino Patrícia foi taxativa:

“Vejo como um momento único. O que está acontecendo hoje, nunca se viu. Tantas equipes se estruturando, tantos investimentos, o futebol feminino em evidência em grandes veículos de comunicação. O que nós profissionais, as atletas, dirigentes, pessoas envolvidas precisamos, é acompanhar esse crescimento, agindo com profissionalismo e nos dedicando cada vez mais, para que isso tudo continue a evoluir.”

Karol Lins, centroavante multicampeã, passou a integrar o elenco do imortal em agosto de 2019 e tem um histórico de títulos invejável: Copa do Brasil (2012 e 2013), Campeonato Paulista (2012) e Libertadores (2012). A jogadora pernambucana, com passagens pelo futebol paulista e paranaense, relembrou o início de carreira complicado, “já passei por diversas dificuldades no meio do futebol e almejava muito jogar em um clube do tamanho do Grêmio. Hoje atuar com esta camisa de peso é gratificante”. Em seguida não furtou-se em falar sobre a discriminação junto à modalidade, “o maior desafio hoje é enfrentar os preconceitos que ainda existem e a falta de valorização com o futebol feminino”, finaliza.

Encerrando o nosso resumão, a jogadora Karina Balestra, campeã Pan-Americana, participou da live do Turbilhão Feminino e falou sobre a mudança no cenário do futebol feminino no país: “o Brasil está num momento muito bom no futebol feminino e conta hoje com grandes clubes disputando o Brasileiro nas categorias de base (sub-18, sub-16) e em 2019 tivemos bastante campeonatos grandes”. Karina ainda deu um conselho para as meninas que sonham em se tornarem atletas, “sigam seu sonho, sigam essa profissão que é maravilhosa e que ainda vai crescer muito dentro do nosso país. O futebol feminino hoje encontra-se muito respeitado e já temos o nosso espaço”.

Edição: André Chagas / Fernanda Barros – @turbilhãofeminino 

parceiro oficial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui