Vitória: Edcarlos exalta confiança do elenco e fala que Ba-Vi foi fundamental para injeção de ânimo

Zagueiro e líder rubro-negro diz que jogadores recuperaram a autoestima e que, aos poucos e com muito trabalho e dedicação, time tem apagado imagem de azarão

Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória

@Resenhanarede

O clima no Vitória mudou completamente desde o empate no Ba-Vi, na Arena Fonte Nova, no último dia 3 de fevereiro. O time parece ter superado a alcunha de “patinho feio” e azarão, quando comparado ao rival Bahia por conta do elenco enxuto e sem grandes estrelas. O ambiente ficou tão leve e de  muita confiança, que os atletas já começam a sonhar alto, falam em título Baiano e até em jogar para atacar os adversários, independente de onde ocorra o jogo, dentro ou fora de casa.

Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória

O zagueiro Edcarlos, um dos líderes e mais experientes atletas do Leão, falou na manhã desta segunda-feira, em entrevista coletiva, sobre a importância do bom desempenho diante do maior rival. “Sempre antes de clássico, e com o Ba-Vi não é diferente, costuma ser divisor de águas para as equipes. Começamos o ano desacreditados pelo ano passado, mas mais por parte do torcedor e imprensa. Nós, que estamos aqui no dia a dia, no trabalho, sabíamos que a nossa evolução aconteceria naturalmente, como vem acontecendo. Estamos longe ainda do ponto que podemos alcançar, mas depois do Ba-Vi deu confiança a mais não só para a gente, mas para o torcedor também estar nos apoiando e próximo da gente”, afirmou.

E a confiança é tão grande, que  Edcarlos já fala em ir encarar o Moto Club, nesta quarta-feira, às 21h15, no estádio Castelão de São Luís, no Maranhão, com um esquema ofensivo e em voltar, a qualquer custo, com a classificação. “O Vitória tem sempre que pensar positivo. O Vitória é um time grande e, independentemente de onde jogue, tem que pensar em ser favorito, entrar para grande. Nós sabemos que a competição tem regulamente e temos que pensar nisso. Não vamos para empatar porque quem entra para empatar perde. O pensamento é ir, vencer o jogo e classificar”, garantiu.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*