Foto: CBF/Divulgação.

@Resenhanarede

Em documento intitulado como “Guia Médico de Sugestões Protetivas para o Retorno às Atividades do Futebol Brasileiro’, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu fases para o retorno ao futebol brasileiro.

A fase preliminar, de treinamentos individuais ou em pequenos grupos, de treinamentos coletivos, de competições e de acompanhamento. Neste período inicial, a entidade recomenda que haja  testagem de jogadores, comissão técnica e funcionários.

Na fase seguinte, há exigência para que os envolvidos nas atividades tenham temperatura testada, além do que, os treinos serão individualizados ou em pequenos grupos. Os jogadores e membros das comissões técnicas não poderão utilizar as dependências do clube, ao final das atividades devem ir para suas residências.

Na terceira fase, de treinamentos coletivos, a CBF afirma que suas competições voltarão “em concordância com as normas das autoridades de saúde”. Medidas de segurança, como verificação de temperatura, uso de máscaras, avaliação clínica, continuarão nesta fase.

Em relação ao retorno dos campeonatos, que corresponde à quarta fase, o documento afirma que “a dinâmica da epidemia certamente influenciará no período de treinamento mínimo necessário para um retorno seguro às competições. Ajustes na tabela de jogos podem ser necessários para acomodação das datas disponíveis para a disputa das partidas”.

Todas as partidas serão realizadas sem a presença de público e a participação de imprensa deve ser organizada previamente em reunião por videoconferência com a participação da CBF.

O documento foi elaborado por uma comissão médica especial e seguiu orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde, do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB).

Colaborador: Osvaldo Barreto.

parceiro oficial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui