Do choro no vestiário ao sorriso dos três pontos: Os BaVi´s de Fernandão

Foto: ECB.

@Resenhanarede

José Fernando Viana de Santana, o Fernandão,  chegou ao Bahia após o time levar uma goleada do maior rival do Estado, 5 x 1, em plena reinauguração da Fonte Nova. Presente no BaVi seguinte, derrota por 2 a 1 para o Vitória, o atacante passou em branco e manteve a desconfiança da torcida. No terceiro clássico veio mais uma goleada, 7 a 3 para o Rubro-negro, mas Fernandão anotou dois tentos para o Tricolor.

Os gols de Fernandão foram feitos quando parecia existir uma leve reação do Esquadrão, o Bahia diminuiu aos 40 minutos do primeiro tempo (3 a 1) e no primeiro minuto da segunda etapa (3 a 2), depois o Leão desandou a fazer gols e a partida terminou em 7 a 3. Há quem diga que naquela tarde Fernandão chegou no vestiário aos prantos, com o gosto de revanche salivando na boca do “soldado tricolor”.

Contudo, o atacante viu a soberania do rival se firmar no BaVi seguinte. Mesmo marcando um gol na partida, teve que aceitar o Vitória ser campeão Baiano de 2013, após um empate em 1 a 1 no Barradão.

O Brasileirão começou e a cada rodada José Fernando conquistava o torcedor do Bahia.Ele chegou ao BaVi do segundo turno com 11 gols marcados, sendo o artilheiro tricolor. No primeiro turno, as duas equipes ficaram em um empate, mas foi no segundo encontro, na mesma Arena Fonte Nova que um dia ele chorou, que Fernandão se vingou do maior rival. O Bahia venceu por 2 a 0, Fernandão marcou o dele e selou o fim do tabu de nove clássicos sem vencer o Vitória.

Fernandão entrou para história do Bahia em 2013, quatro gols marcados contra o Vitória e naquele ano ultrapassou as marcas de Beijoca (12 gols), Guga (13 gols), Douglas (14), chegando aos 15 gols anotados no Campeonato Brasileiro da Série A, o artilheiro só não supera a marca de Cláudio Adão (18 gols).

A presença do carrasco rubro-negro não é certa no próximo clássico, mas a torcida não ver a hora de ver Fernadão vestir a camisa tricolor em um clássico, ainda mais sendo o reencontro com a Arena Fonte Nova.

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 1177 Artigos
Editor, colunista e repórter. Produtor do programa Os Donos da Bola (TV Band). Advogado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*