Guilherme Bellintani terá que conter a euforia da torcida
parceiro oficial

@Resenhanarede

O Bahia não teve uma boa semana. Eliminado da Copa do Brasil na última quarta-feira, após derrota para o River (PI) e novo tropeço no final de semana, pela Copa do Nordeste contra o maior rival. O momento exigiu a presença da diretoria do Bahia na sala de imprensa após a partida contra o Vitória e o presidente Guilherme Bellintani demonstrou a sua chateação.

“É a primeira vez que perco (clássico). São três anos de gestão e eu confesso que fiquei mais chateado com a eliminação na Copa do Brasil do que com essa derrota. Hoje saio profundamente chateado com as circunstâncias, mas ao mesmo tempo acho que o  jogo de quarta me indignou mais ainda. Ainda estou com a cabeça no jogo de quarta”, disse Guilherme Bellintani.

Bellintani não deu pistas sobre uma possível saída do treinador Roger Machado. O presidente deixou transparecer que o técnico ganhará mais um voto de confiança da direção.

“O trabalho de Roger é avaliado por todo período, que inclui os quatro jogos (desta temporada). Temos que fazer análise do todo e não das circunstâncias. A gente tinha no ano passado um elenco que foi muito em determinado momento do ano, começou mal e caiu de rendimento. A história desse ano se aproxima com a do ano passado. A torcida está muito chateada e a gente deve desculpas. (…) Se a gente entender que em algum momento  falta jogador, que o trabalho do treinador não está atendendo na na medida do que a gente entende como correto ou que o clube não esta dando infraestrutura plena para os atletas, a gente vai mudando isso. Na quarta-feira não faltou qualidade técnica dos jogadores, mas um envolvimento maior na partida. você corrige isso conversando e mostrar o tamanho do clube e as expectativas. Nosso defeito hoje foi outro, alguns individuais como de Douglas e outros ofensivos”, afirmou o presidente.

O DIRETOR TAMBÉM FALA

Diretor explicou planejamento para a temporada 2019. (Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia).

Logo depois do presidente, o diretor de futebol Diego Cerri conversou com a imprensa. O profissional confidenciou que a conversa com o grupo foi dura e prometeu maior empenho nos próximos jogos.

“O torcedor hoje está muito chateado com esse começo de ano, diferente do que foi planejado pelo clube. Não temos direito de pedir nada, temos que dar como resposta que o projeto de futebol desse ano vai ser muito forte. Estamos passando por uma semana indigesta, não esperávamos uma eliminação como foi e tivemos uma conversa muito dura com o grupo. Temos que enxergar e corrigir alguns erros, mas sabemos que não faltou entrega dos jogadores, mas faltou competência. A partir de agora vamos falar pouco e trabalhar muito nos próximos jogos. Vamos buscar essa classificação na Sul-Americana e nos recuperar na Copa do Nordeste”, falou Diego Cerri.

Colaborador: Osvaldo Barreto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui