Dinheiro da Copa do Brasil, ok! BaVi, ok! Mas time de Geninho ainda não “Brotou”

Foto : Letícia Martins / EC Vitória

@Resenhanarede

O elenco profissional do Vitória segue com uma campanha invejável em 2020. São quatro jogos de invencibilidade, sendo três empates e um triunfo. Nessa conta entra três pontos contra o maior rival e a classificação para segunda fase de Copa do Brasil.

Como era de se esperar, o Vitória ainda tem um time em formação para temporada. Se comparado com a última rodada da Série B, apenas o zagueiro João Victor e os laterais Van e Carletto seguem na equipe titular. Na reformulação do elenco, Geninho recebeu bon jogadores da direção. Contudo, algumas peças estão deixando a desejar.

Os pilares

O recém contratado Maurício Ramos tem trazido tranquilidade defensiva para o jovem João Victor e são fundamentais para o sucesso defensivo neste inicio de temporada, o time levou apenas um gol. O goleiro Ronaldo mais uma vez foi colocado em um “rabo de foguete” (como se diz na Bahia), após a contusão do companheiro Martín e vem dando conta do recado.

Oscilação

Resultado de imagem para Gerson Magrão Vitória
Foto: EC Vitória.

O meio campo do Vitória ainda não passa a confiança necessária. Após duas belas atuações na primeira rodada, Guilherme Rend oscilou na frente da zaga, mas algo totalmente compreensível, tendo em vista a pouca idade, 21 anos. Outro importante ponto negativo é Gerson Magrão, até aqui não disse para que veio e tem errado muito no meio de campo do time rubro-negro.

Como o Vitória tem buscado se defender em um 4-1-4-1, Alisson Farias acaba dando consistência ao meio de campo junto com Fernando Neto e os dois dão a qualidade na saída de bola. O desfalque de Farias no BaVi e contra o Imperatriz foi sentido no setor criativo.

A dor de cabeça do professor

O ataque é um setor que o Vitória precisa repensar. Léo Ceará e Junior Viçosa têm dividido a função de 9, até mesmo durante o BaVi e contra o Imperatriz ficaram livres para variar posição. Contudo, um acaba atrapalhando o outro, pois possuem as mesmas características.

O inicio de ano leva o torcedor a crer em um ano promissor, onde a principal meta ainda é o acesso para Série A. Mas imagine aí se o time for passando de fase!

Colaborador: Osvaldo Barreto.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*