Correr atrás do prejuízo: Bahia enfrenta Atlético-MG fora após desperdiçar pontos em casa

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Caso tivesse ganho do Avaí em casa, o clima poderia estar mais tranquilo e a situação menos desconfortável para enfrentar o Atlético-MG hoje à noite. Há três pontos da zona de rebaixamento, o Bahia entra em campo contra o Galo, às 21:45 desta quarta, pressionado a pontuar. Válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, a partida acontecerá no Independência.

Apesar de até agora nessa edição do brasileirão não estar fazendo uma boa campanha em casa, tradicionalmente o Atlético-MG é muito forte jogando no Horto, como a Arena Independência é conhecida. Ex-Galo, o zagueiro Tiago, que volta ao time após cumprir suspensão automático por ter recebido terceiro cartão amarelo, reconhece a dificuldade e aponta a estratégia que o Bahia deve utilizar.

– A torcida do Galo é bem fanática e apoia o time o tempo todo. Agora, a gente sabe também que, a partir do momento que a equipe começa a não jogar tão bem, a nossa equipe conseguir imprimir nosso ritmo, isso pode virar. Vamos tentar usar essa estratégia para surpreender o Galo lá.

Além do retorno do seu capitão, o Bahia voltará a contar com o meia Zé Rafael, que também cumpriu suspensão automática. Por outro lado, Renê Júnior, principal jogador do time no campeonato, recebeu o terceiro amarelo e será substituído por Juninho. Rodrigão se recupera de uma luxação no dedão do pé esquerdo e não viajou. A tendência é que João Paulo permaneça no seu lugar. Seguem fora: Edson, Armero, Edigar Junio, Maikon Leite, Jackson, Hernane e Wellington Silva.

Do lado do alvinegro, os laterais Fábio Santos e Marcos Rocha, que não atuaram na última partida, voltam à equipe. Suspenso, Robinho não joga.

As prováveis escalações são:

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca, Matheus Reis; Matheus Sales, Juninho; Régis, Zé Rafael, Allione (Mendoza); João Paulo. Técnico: Jorginho.

Atlético-MG: Victor, Marcos Rocha, Gabriel, Bremer, Fábio Santos; Adilson, Rafael Carioca, Elias; Cazares, Marlone, Fred. Técnico: Roger Machado.

O trio de arbitragem para a partida é goiano. Wilton Pereira Sampaio (FIFA) apita, auxiliado por Bruno Raphael Pires (FIFA) e Leone Carvalho Rocha.

 

Leo Sousa
Sobre Leo Sousa 41 Artigos
Estudante de B.I em Humanidades (UFBA). Colunista e repórter do Esporte Clube Bahia.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*