Com São Januário lotado, o Bahia enfrenta o Vasco para subir na tabela de classificação

Imagem : Matheus Neves/SuperVasco.com

A promessa é de casa cheia. Todos os ingressos foram vendidos para o jogo entre Bahia e Vasco da Gama, em São Januário, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe de Roger Machado vem com moral para o Rio de Janeiro, onde defende uma série de 7 partidas sem derrotas e com um triunfo na rodada anterior diante do CSA por 1 a 0 na Fonte Nova. A torcida tricolor está animada e um resultado positivo logo mais as 11h deste sábado (7), pode colocar o Esquadrão entre os primeiros colocados do certame nacional.

Titular no esquema de Roger Machado, o volante Flávio espera uma partida difícil, mas acredita uma boa performance fora de casa.

“Coisa que o professor Roger sempre pede, manter o zero no placar. Sempre que a gente consegue manter o zero no placar, ficamos mais perto de conquistar o triunfo. Foi assim contra o CSA, a gente estava no 0 a 0, ficamos em cima o tempo todo, no fim o Arthur Caíke acertou uma bela cobrança de falta e fomos coroados com o triunfo. Está tendo muita euforia por parte da torcida, por parte de fora, mas nós temos os pés no chão. Vivemos jogo a jogo. Conquistamos o triunfo contra o Galo, fora de casa, importantíssimo. Contra o CSA sabíamos que não seria fácil, conseguimos os três pontos. Agora vivemos o jogo do Vasco, jogo dificílimo. Mas o Bahia é grande. Independente do adversário, jogando dentro ou fora, vamos jogar olhando no olho, buscando o triunfo. Vamos lá respeitando o time do Vasco, mas vamos jogar para ganhar o jogo”, declarou.

E mais uma vez o técnico Roger Machado fez mistério em relação ao time que vai á campo. Muitos testes foram feitos, porém a dúvida está em quem substitui Artur que está na Seleção Olímipica. Quem será o escolhido? Elber? Arthur Caike? e no meio? Ofensividade ou prudência?. O treinador manteve segredo.

“Cumpre com outra característica, assim como, com Arthur Caíke e Élber, também cumpriria com característica diferente. Depende muito do que a gente da comissão idealiza para o jogo. Se quiser já ter a presença de área do Caíke no jogo, finalizações de curta e média distância, batida de falta, transição, outro estilo, seria pelo Arthur. Se quer jogo de entrelinha, com flutuação maior, capacidade de retenção de bola e vitória pessoal, velocidade, habilidade, seria Élber. Assim como na figura do Ronaldo e do Guerra. Contra o Atlético-MG, optamos por Ronaldo e a estratégia foi bem feita. Depois teve a entrada do Guerra para fazer a manutenção do placar, não nos tornando excessivamente defensivos, quando o adversário iria partir para cima para recuperar o prejuízo. O Vasco vai pressionar. Precisamos de meio-campo forte, e não podemos abrir mão de jogar. Contra o Atlético-MG, tivemos mais profundidade. Guerra tem um jogo mais apoiado entre linhas, de botar parceiro na cara do gol. Hoje a gente define. Ontem testei alternativas para hoje poder definir, escolher melhor estratégia para o jogo. Não sei. Ainda vou decidir”, explicou.

A novidade é a presença do lateral-esquerdo Moisés, que foi absolvido pelo STJD e está livre para atuar.

 

VASCO DA GAMA

O adversário do tricolor vem de uma derrota por 1 a 0 diante do Cruzeiro na rodada passada, em Belo Horizonte. O técnico Vanderlei Luxemburgo tem duas baixas para este jogo. Não vai poder contar com o atacante Talles Magno e com o volante Richard, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Quem deve substitui-los são Filipe Bastos e Danilo Barcelos.

A surpresa no time Cruz-Maltino é a presença do atacante Clayton,ex-Bahia. Ele comentou as principais virtudes do time de Roger Machado.

“O Luxemburgo passou bem para o grupo o que é o Bahia. Um grupo que defende muito bem. O Roger tem um sistema de jogo muito interessante, que sabe ficar com a bola e contra-atacar. Temos que tomar cuidado com o contra-ataque deles. Lá em São Januário vai ser um caldeirão, já está tudo lotado, vamos querer fazer a nossa pressão”, indicou.

 

Colaborador: Lucas Cezar

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*