Com passagem no rival, volante Flávio diz estar mais adaptado ao tricolor: “Hoje eu sou o Flávio do Bahia”

A segunda feira foi um dia de folga para o elenco tricolor, depois da derrota de sábado em São Paulo os jogadores se reapresentaram nesta terça no Fazendão, o volante Flávio foi o escolhido para conceder entrevista coletiva e falou sobre mais uma derrota do Bahia fora de casa:

“Foi um resultado teoricamente normal, perder pro São Paulo no Morumbi,mas a gente não pode ficar se limitando em cima disso, jogamos no Bahia, time grande e onde quer que joguemos temos que buscar o triunfo, infelizmente não foi possível no sábado, então vamos trabalhar durante a semana pra buscarmos os pontos que perdemos, no jogo de domingo contra o Palmeiras em casa.”

O volante Flávio aliás, foi contratado de início pela direção do tricolor para o time sub-23 para disputar o campeonato brasileiro de aspirantes, mas ganhou  a oportunidade e subiu para o time principal.

“Eu venho trabalhando muito forte desde o começo do ano e foi um recomeço mesmo minha vinda para cá, já havia jogado aqui na Bahia e desde que eu cheguei aqui eu deixei bem claro, tenho idade sub-23, mas eu quero estar lá em cima, eu quero tá jogando no profissional e sempre que pude ter a oportunidade procurei agarrar da melhor maneira possível, buscando meu espaço e sempre respeitando os outros jogadores.”

Flávio, que vestiu a camisa do Vitória até dezembro do ano passado, falou que se sente mais identificado e adaptado no clube atual:

“Todo mundo sabe da história que eu tive no rival, foi um choque pra mim quando eu saí de lá, a forma como eu saí, porque eu era tido como uma das revelações da base, uma das promessas. Hoje eu tô muito mais adaptado ao Bahia, uma vida nova pra mim, a torcida do Bahia é imensa, uma torcida de massa que me abraçou e coisas que eu vi aqui eu não vi em lugar nenhum e sim, hoje eu vejo mais um Flávio do Bahia.”

O Bahia só vai entrar em campo no domingo (16), contra o Palmeiras na Fonte Nova, o volante falou o que esperar da partida dentro de casa contra o time paulista:

“Temos que viver jogo a jogo, vamos trabalhar durante a semana visando a equipe do Palmeiras, já enfrentamos três vezes o Palmeiras esse ano, é uma equipe forte, tem um grande elenco, que disputa três competições. Vamos trabalhar para não ser surpreendido no domingo.”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*