parceiro oficial

O Touro do Sertão fez boa campanha no estadual e chegou a empolgar na Série D, mas caiu perante a Juazeirense e agora deposita todas as suas fichas no campeonato regional

A torcida do Fluminense de Feira tem motivos para não se sentir completa com o Touro no ano de 2017. O time veio de uma boa Série D na última temporada, quando bateu na trave do acesso ao cair para o Volta Redonda/RJ nas quartas-de-final da competição, e fez um campeonato baiano de 2017 respeitável, caindo para o Bahia já nas semifinais.

As expectativas para um desempenho ainda melhor na Série D cresceram já que o clube criou bagagem e fez uma campanha segura na primeira fase, quando passou em primeiro no grupo A8 do campeonato, além de eliminar o bom time do Campinense no começo do mata-mata graças às belas atuações do goleiro Jair. Vieram as oitavas e o tricolor de Feira viu o sonho do acesso ruir perante a Juazeirense após dois empates: o primeiro no Joia da Princesa que acabou empatado em 3×3 e, por fim, no Adauto Moraes quando a Juazeirense colocou o regulamento sob os braços e segurou o empate sem gols: mais do que suficiente para eliminar o bicampeão baiano.

O Flu teve pouco menos de um mês para lamber as feridas desde aquele 29 de julho de 2017 e se recompor para o seu último desafio da temporada: o pré-Nordestão. De lá para cá, a diretoria se movimentou, substituiu o treinador Paulo Foiani pelo conhecido Arnaldo Lira, trouxe mais dois reforços, Bruninho e Edmar, e se preparou com treinamentos e amistosos, a exemplo do jogo-treino contra a seleção de Feira de Santana, para os confrontos contra o Globo/RN.

A primeira batalha entre os postulantes à fase de grupo da Copa do Nordeste em 2018 acontece amanhã, 16, no estádio Joia da Princesa. O apito fica sob tutela de José Woshington Silva, com o auxílio de Marcelino Castro de Nazaré e Francisco Chaves Bezerra Junior. Todos fazem parte do quadro da CBF e são do Pernambuco. O analista de campo será Vidal Cordeiro Lopes, da Bahia e a partida está marcada para as 20h30, horário de Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui