Bahia vence o América-MG e sobe para 11° colocação no campeonato

Foto: Felipe Oliveira/ ECB

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou muito estudado. Quando tinha a bola, o América rodava pacientemente à procura de espaços mas tinha dificuldade de sair jogando devido ao esquema de três zagueiros onde Paulão era a principal válvula de escape. A solução dos mineiros era a ligação direta, que apenas assustava furar a zaga tricolor.

O Bahia seguia a mesma tônica de rodar a bola quando a tinha em posse. Enderson Moreira gritava a todo tempo para o time subir as linhas de marcação e pressionar o América dentro de seu campo. A atitude só teve resultado aos 21 minutos quando Léo cobrou na área o lateral que conseguiu após pressionar Paulão. Vinicius escorou de cabeça e a bola viajou até Edigar Junio tentar um chute acrobático e chutar por cima do gol de João Ricardo.

5 minutos depois o Bahia chegou perto novamente. Gilberto tentou pelo alto, Messias cortou e Vinicius correu para recuperar a bola. O camisa 29 ergueu a cabeça e tocou para Gilberto encher o pé. Mas a bola novamente cobriu o gol americano.

O América só chutou ao gol quando o cronômetro apontava 34 minutos. Carlinhos viu Anderson adiantado e tentou surpreender próximo ao meio-campo, mas chutou fraquinho e longe do gol.
E assim acabou o primeiro tempo: sem mais chances criadas e 0 a 0.

SEGUNDO TEMPO
O Bahia voltou um pouco mais incisivo na segunda etapa, apesar de continuar sem criar muitas oportunidades e seguir com pouco inspiração. Restava arriscar para jogadas individuais e foi o que Zé Rafael tentou ao tabela com Vinicius, driblar o primeiro e chutar de fora. A bola foi para a linha de fundo e na cobrança de escanteio Tiago cabeceou, João Ricardo bateu roupa e a bola soltou para Gilberto fuzilar. Placar aberto, explosão na Fonte e 1×0 Bahia. O quarto gol de Gilberto no Brasileiro: artilheiro isolado do Bahia na competição.

A torcida começou a ditar o ritmo e Zé Rafael acompanhou os maestros na arquibancada. Dois minutos após o gol ele recebeu na direita, deixou Matheus Ferraz na saudade com uma meia lua e bateu forte pra boa defesa de João Ricardo.

Só aos 16 minutos o América chegou com ímpeto. E faltou pouco para balançar as redes após Gerson Magrão experimentar com veneno de fora da área. A bola quase enganou Anderson, que fez a defesa e só ficou torcendo para a bola não entrar.

O jogo ficou interessante. Aos 23 minutos o Bahia triangulou com Leo, Edigar e terminou com finalização de Vinicius que parou na marcação e ficou com o escanteio.
Com 36 minutos o torcedor do Bahia ficou com a espinha gelada. Anderson saiu muito mal após falta cobrada pelo América e fez um princípio de frango. A bola sobrou para Giovani emendar de perna esquerda mas a bola foi longe do gol.

O América ensaiou uma pressão mas até o fim do jogo quem teve a melhor chance foi o Bahia quando Vinicius puxou contra-ataque sozinho, entrou na área e chutou mal para defesa de João Ricardo.
Mas no final das contas o Bahia foi quem ganhou e subiu para a décima primeira colocação do campeonato brasileiro com 21 pontos ganhos.

Osvaldo Barreto
Sobre Osvaldo Barreto 936 Artigos
Advogado. Estudante de Jornalismo (Estácio). Editor, colunista e repórter do Resenha na Rede. Apaixonado pela escrita e pelo Rubro-negro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*