A procura da sequência perfeita: Bahia tem 5 confrontos diretos à vista

Allione mira a bola durante treino. Tricolor precisa de foco nos últimos 10 jogos do Brasileirão se quiser escapar do rebaixamento. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

@ResenhaNaRede

São Paulo, Palmeiras, Flamengo e Grêmio. Todos esses times passaram ao menos pelo terceiro lugar do Campeonato Brasileiro nas últimas quatro rodadas. E foi contra esses times que o Bahia precisou jogar nesse mesmo período.

No primeiro turno esse verdadeiro corredor polonês enfrentado pelo tricolor acabou com um ponto somado, contra o São Paulo na Arena Fonte Nova, e a demissão de Guto Ferreira após revés sofrido em casa contra o Grêmio por 2 a 0. Desta vez o cenário foi um pouco diferente: a sequência acabou novamente sem qualquer triunfo, mas o Bahia conseguiu somar 3 pontinhos e perdeu apenas contra o São Paulo. O retrospecto do Bahia também chamou atenção e foi muito diferente daquele apresentado no primeiro turno.

Contra o São Paulo fez um bom primeiro tempo e apagou na segunda etapa, frente ao Palmeiras o time esteve próximo de vencer após abrir placar na primeira etapa e o Bahia só não ganhou do Grêmio por conta de decisões controversas do árbitro central da partida, que expulsou o zagueiro Jackson quando o Bahia vencia o jogo, além de marcar um pênalti inexistente de Gregore em Marinho, o que deu a oportunidade perfeita para o Grêmio empatar o jogo após sair perdendo por 2 tentos a 0.

Agora o Bahia tem a chance de “virar a chavinha” e chegar aos mágicos 45 pontos que normalmente salvam os times do rebaixamento para a Série B do Brasileirão. Os próximos cinco jogos do Bahia são contra Paraná, Botafogo, Corinthians, Chapecoense e, por fim, o clássico contra o Vitória. No momento, o Bahia é o 14 colocado da competição com 31 pontos somados em 29 jogos. Isso quer dizer que ainda faltam 14 pontos para chegar ao número mágico na luta contra o Z-4.

Quando o Bahia enfrentou essa mesma sequência no primeiro turno acabou somando 8 dos 15 pontos possíveis após vencer Corinthians e Vitória, empatar com Botafogo e Chapecoense além de perder contra o Paraná.

Desta vez o time de Enderson Moreira terá menos oportunidades dentro de casa. Dentro de seus domínios o Bahia enfrenta Paraná e Chapecoense. Fora de casa enfrenta Botafogo, Corinthians e o Vitória.

Incentivo
Precisando aproveitar as chances dentro de casa o Bahia recebe o Paraná, lanterna do campeonato, no próximo sábado em partida que o Tricolor manda no estádio de Pituaçu.

A direção do clube liberou promoção e os ingressos já estão sendo vendidos pelo preço de 10 reais. A ideia é lotar o estádio para fazer pressão em cima da equipe paranaense.

Outro incentivo é a boa fase de Élber. O atacante de 26 marcou um único gol na última temporada, quando defendia as cores do Cruzeiro. Ele precisou mudar de clube e disputar 23 partidas pelo Tricolor até balançar as redes novamente contra o Vasco, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Élber comemora seu primeiro gol com a camisa do Bahia – o primeiro após 10 meses de jejum. Camisa 7 é garçom do tricolor no Brasileiro com 5 assistências. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Depois disso ele marcou contra o Ceará no jogo de ida da Copa do Nordeste. O jogo aconteceu no dia 02 de julho e desde então Élber enfrentou um novo jejum, dessa vez de três meses, até marcar dois gols contra o Grêmio na última sexta-feira (05).

“Estou tentando aprimorar aquilo noque não sou tão bom, que é os cabeceios e finalizar. Acho que isso tá me ajudando bastante e só tenho a agradecer a todos que estão me ajudando no dia-a-dia” – comentou o camisa 7 em coletiva na manhã de hoje (09).

 

Vinicius Nascimento
Sobre Vinicius Nascimento 254 Artigos
Estudante de Comunicação na UFBA, produtor do programa Os Donos da Bola na TV Band e faz de tudo no Resenha na Rede. Oficialmente, editor e repórter do site. Tricolor, viciado em estádio e feliz pela própria natureza.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*