Ba-Vi: Tiago concedeu entrevista coletiva e falou sobre o clássico

Tiago participou de seis dos sete clássicos disputados em 2017.

Tiago em entrevista coletiva. (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/ECB)

Na tarde desta terça-feira (13), o zagueiro Tiago foi o escolhido para a entrevista coletiva do dia. O xerife tricolor falou da preparação pré-clássico e a importância da torcida mista no confronto.

Questionado sobre a importância do clássico para o Tricolor, Tiago enalteceu a sede de triunfo para manter firme a luta pelo g4 do campeonato.

O Ba-vi tem a importância por ser o clássico, ser um jogo diferente, um jogo que vai além dos três pontos. Mas para nós, nesse momento que estamos vivendo, é claro que os três pontos é o que mais nos interessa. Precisamos do resultado, estamos numa colocação que não estamos confortável nela, precisamos dos três pontos para entrar no g4 e ter mais tranquilidade para trabalhar” afirmou o zagueiro.

Tiago foi questionado quanto a pressão da torcida por conta da colocação na tabela.

Os resultados dos primeiros jogos não foram os que a gente esperava e a gente tá recuperando os pontos perdidos. A gente tá muito tranquilo quanto a isso. Temos certeza que a classificação virá, mas é uma pressão a mais, com certeza. Não esperávamos estarmos em 5° colocado, faltando quatro jogos pra acabar o turno. Jogando no Barradão a gente espera muita dificuldade, sabemos que vamos enfrentar um jogo difícil, jogo duro, mas confiamos no nosso trabalho, na nossa equipe, sabemos que temos totais condições de ir lá e ganhar o jogo” completou.

Tiago falou também sobre o que espera do rendimento da equipe para o restante do baianão.

“A partir do momento que os resultados não vieram, se criou uma atmosfera de pressão, uma carga em cima dos jogadores que acabou atrapalhando, com certeza. Reflexo disso foi o primeiro tempo contra o Vitória da Conquista onde as coisas estavam acontecendo, a gente teve algumas oportunidades, mas naquela hora de tranquilidade de fazer o gol a gente acabou pecando. No segundo tempo deu ora refletir a força que é o Bahia, a força que o Bahia tem, especialmente jogando na Fonte Nova, conseguimos mostrar o nosso futebol” pontuou o atleta.

O tricolor tem até o clássico um intervalo de dez dias para treinamento, enquanto o rival tem duas partidas que antecedem o Ba-vi.

“Esses dez dias sem jogos foram fundamentais para nossa equipe, onde conseguimos elevar nossa força física, conseguimos entrosar o time ainda mais. Pra nós, com certeza, foi fundamental essa parada” completou.

Tiago se tornou um experiente em clássicos, em 2017 participou de seis dos sete clássicos do ano.

Acho que cada Ba-Vi foi uma historia diferente. Os primeiros, lembro que foram jogos muito nervosos, acirrados. Expulsões, brigas. Os próximos, as coisas foram tranquilizando. A gente conseguiu botar a bola no chão e jogar, que é o que a gente precisa nesse próximo jogo”

Durante a entrevista Tiago ficou sabendo da volta da torcida mista no clássico e falou sobre sua importância.

Não sabia! A gente até já esperava que seria torcida única. É legal, é bacana ter a torcida apoiando. Não somente os guerreiros que estarão em campo, mas também ter o apoio do nosso torcedor, isso é interessante, é importante. É a essência do futebol. É essa provocação fora do campo entre as torcidas, claro, dentro de um contexto de paz, de tranquilidade, ficar só na provocação, não deixar que isso interfira, que não tenham brigas fora do campo. Acho que tudo isso vai servir para que nos próximos bavis continue aí com a torcida mista, porque quando tem apenas uma torcida fica muito menos interessante um Bavi” pontuou o zagueiro.

O Ba-Vi será realizado no próximo domingo(18), no Barradão, às 16h.

Eduardo Dias
Sobre Eduardo Dias 80 Artigos
Estudante de Jornalismo (Estácio), amante do futebol e da cultura nordestina. Colunista e Repórter.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*