Atual Campeã da Copa Paulista pelo Palmeiras, Bianca Gomes, é destaque do quadro Sócia Atleta

Foto: Rebeca Reis

Referência no ataque do alviverde paulista, a experiente Bianca Gomes começou a trajetória muito cedo, com o sonho de ser jogadora de futebol, “meu pai me ensinou tudo que sei desde os 5 anos! Ele queria um menino para tentar ser um jogador mais ao saber que seria uma menina não mudou da ideia de ensinar o que ele sabia”, relembra a atacante. Como a maioria, a atleta começou jogando com os meninos na rua, “no campo eu jogava com os amigos do meu pai e ele jogava também”, completa Bianca.

Natural da cidade de São Paulo, foi para o futebol de salão pela dificuldade de encontrar times femininos de campo no bairro que morava. Aos 13 anos, Bianca Gomes foi para o Centro Olímpico (SP) e de lá seguiu para outros times de salão. “Com 26 anos decidi mudar para o campo, depois de muita insistência de amigos próximos e da minha família também, Audax (SP) foi o primeiro time de campo, 3B da Amazônia ao fim da temporada com Audax. No mesmo ano Seleção Brasileira principal e China no ano seguinte. E atualmente segundo ano de Palmeiras e muito feliz”, declara a atleta.

Sobre a temporada na China, a atacante admite, “foi uma experiência ao todo muito significativa para o meu amadurecimento como pessoa e como atleta, viver uma outra cultura e filosofia de futebol me tornou alguém melhor em ambas as partes”.

Foto: Rebeca Reis

Quando o assunto é o crescimento da modalidade ela admite a melhora significativa, mas lembra: “precisamos de muito mais a cada dia. Mais estruturas, visibilidade e mais aceitação e respeito, de que podemos sim jogar futebol e um bom futebol. É importante nos atletas sabermos e termos em mente que não é só cobrar investimentos, mas dentro do que podemos fazer sermos mais atletas e mais profissionais nos cuidando sempre se dedicando a cada dia para que as coisas andem em conjunto”.

Atualmente com 29 anos, a “Sala de Troféus” da Bianca vem assim, “como salonista sai com até mais, do que esperava. Como jogadora de campo quero conquistar tudo possível e buscar sempre mais e mais”.

O maior desafio em ser jogadora de futebol? Na resposta Bianca foi categórica: “levo o futebol com muita leveza, sempre foi assim. Mas, meu maior desafio é viver no limite o tempo todo. Cobranças, questionamentos, treinamentos dia-a-dia e saber que mesmo desempenhando o melhor possível, não sei o que será do próximo ano por não termos estabilidades no futebol feminino!”.

A temporada de 2019 não foi fácil para a fera do clube paulista, mas agora o olhar é para os trabalhos da temporada atual, “no geral 2019 foi um ano difícil, duro, mas de muitas coisas boas e valorizam as conquistas que tivemos como equipe. Minha expectativa para esta temporada de 2020 é alta estamos trabalhando forte para que possamos chegar ao topo em todas as competições que disputarmos!”, finaliza a atacante Bianca Gomes.

 

*Edição: Fernanda Barros (@turbilhaofeminino) / Paulo Victor (@nexusdsgn)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*