Artilheiro do Baianão da Série B destaca importância do fut 7 no futebol profissional

Foto: Reprodução/Olímpia

@resenhanarede

Das quatro linhas do fut 7 às quatro linhas do futebol profissional. Esse foi o destino de Ederaldo Silva do Rosário Santos, mais conhecido como Chorinho, artilheiro do Campeonato Baiano da Série B, jogando pelo modesto Olímpia, clube adquirido pelo ex-jogador do Bahia, Anderson Talisca.

Mas por que Chorinho? Segundo o artilheiro, o apelido vem desde pequeno, a tia que colocou e acabou repercutindo.

O jogador de 25 anos, chegou ao clube baiano em 2019 e teve uma ascensão meteórica. Em nove jogos como titular, marcou oito gols, média de 0,89 gol por partida. Desempenho que ajudou o Olímpia a se classificar para a final do Baianão da Série B.

Chorinho destacou que a boa fase é fruto de muito trabalho e da ajuda dos companheiros de equipe. O atleta é cria do fut 7, também conhecido como futebol society, esporte coletivo jogado em uma quadra retangular com dois time de sete jogadores cada um. Segundo o jogador, alguns atributos da modalidade esportiva amadora contribuem no futebol profissional.

“Movimentação mais rápida, agilidade e inteligência”, disse.

O futebol society ainda é um esporte pequeno e pouco valorizado. Para melhorar o conhecimento do público sobre a modalidade, o atleta acredita que há medidas que possam ser adotadas para auxiliar no crescimento do fut 7.

“Mais divulgações e mais oportunidades a times disputar o Campeonato Nacional”, citou.

O atacante afirmou que pelo destaque no fut 7, ainda recebe algumas propostas para retornar ao jogo amador, mas que no momento pretende crescer profissionalmente no futebol. É apenas o 3º clube profissional na carreira do jogador, antes ele passou pelo São Benedito-CE, em 2015, e Coruripe-AL, em 2018.

Chorinho disse que o Olímpia vai forte em busca do título estadual e destacou o diferencial da equipe.

“Lutamos para estar na grande final, estamos trabalhando forte. O diferencial de minha equipe para as outras é a união e ajuda extra campo”, finalizou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*