(Imagem / André Hiltner - ECV)
parceiro oficial

O jogo

Flamengo e Vitória se enfrentaram na noite desta quinta-feira (23), aos olhos de 40 mil torcedores no Maracanã, que viram a equipe da casa vencer o Rubro-Negro baiano pelo placar de 1 a 0. Com gol marcado por Diego, o Flamengo obrigou o Leão da Barra passar mais uma rodada entre os quatro últimos no Brasileirão da Série A. Com uma postura defensiva e entrando com uma equipe renovada graças a presença de atletas oriundos da base (Lucas Ribeiro, Léo Gomes e Léo Ceará), a equipe de Carpegiani foi a campo para tentar não levar gols e buscar chances no contra-ataque. Apesar de uma boa postura defensiva, o Vitória acabou pecando com uma falha defensiva, sendo punido pelo time carioca. O ataque acabou não aproveitando as poucas chances e viu o time emplacar a terceira derrota seguida no campeonato.

Primeiro Tempo

Os 45 minutos iniciais foram praticamente jogados pela equipe da casa. Ditando o ritmo do jogo desde o pontapé inicial, o Flamengo ao som de sua torcida criou todas as oportunidades de gol, sobrando ao Vitória a chance de se defender. Com a postura de segurar o Flamengo, a equipe de Carpegiani acabou não conseguindo encaixar um bom contra ataque e foi para o vestiário sem conseguir um chute a gol.

Logo aos 5 minutos, Vitinho rouba a bola na intermediária, solta um chutaço do meio da rua, que acerta o travessão do arqueiro Ronaldo. Após o primeiro lance, os Rubro-Negros cariocas se jogaram ainda mais ao ataque, sempre passando a bola por Vitinho e seus meias Diego e Everton Ribeiro. Com 19 minutos jogados, Everton Ribeiro cobra uma falta no lado esquerdo do campo, Réver escora de cabeça e Dourado pega de primeira, obrigando Ronaldo a executar uma excelente defesa.

Durante o primeiro tempo, Arouca acabou sentindo a coxa e deu lugar a Willian Farias. O capitão viu seu time ser pressionado ainda mais, conforme a primeira etapa ia se aproximando do fim. Aos 37, Vitinho mais uma vez se livra do marcador e chuta de longe para mais uma defesa de Ronaldo. Após muito tentar, com 40 minutos Vitinho recebe a bola na direita em uma boa triangulação, cruza para Paquetá, que cabeceia a bola em direção ao gol. Ronaldo espalma errado para o meio da pequena área, deixando a bola livre para Diego empurrá-la para o fundo das redes, abrindo o marcador para o Flamengo. Ainda houve espaço para Dourado desperdiçar uma chance claríssima na entrada da pequena área aos 45 minutos.

Apesar da derrota, Benítez foi um dos destaques pela boa postura defensiva do Vitória. (Imagem / André Hiltner – ECV)

Segundo Tempo

Com a vantagem no placar, o Flamengo entrou num ritmo um pouco abaixo do que apresentou na primeira etapa. Já o Vitória, entrou após o intervalo com outra substituição forçada por lesão, trocando Aderllan por Ruan Renato. A primeira boa chance foi criada pelos donos da casa aos 20 minutos, quando Paquetá sai de cara com o goleiro após um bom lançamento vindo do meio. A joia flamenguista bate de cavadinha e a bola acaba saindo do gol, dando tiro de meta ao Vitória. 15 minutos depois, Diego arrisca um chute de fora, que passa perto do gol.

Depois de passar quase o jogo inteiro assistindo, o Vitória teve uma chance com Yago, que chutou fraco na entrada da área. Aos 39 minutos, Lucas Fernandes (que entrou no decorrer da partida) recebeu pela direita, passa bem pelo marcador, mas chuta fraco nas mãos do goleiro Diego Alves.

Na entrevista após o jogo, Carpegiani foi perguntado sobre a postura do time neste jogo e destacou a auto estima dos jogadores:

Auto estima solta (da equipe), de que podem melhorar, no meu gosto está muito longe daquilo que realmente quero, mas na auto estima deu um estalo, e isso veremos a repercussão no próximo domingo. (…) tivemos um progresso, mas acredito que temos a obrigação de apresentar um bom futebol no domingo. mas a preocupação é muito física (9 jogadores no DM), tivemos um ganho com os jovens jogadores que entraram.

Sobre a próxima partida que será diante do Atlético-MG e os desfalques da equipe, o comandante falou:

Vou ter que dar uma olhada de novo nos garotos da base. até mesmo para completar a zaga, pois temos apenas os que terminaram o jogo. Existe a preocupação e a diretoria está ciente disso, existe a possibilidade de termos alguns reforços, e a obrigação. Na próxima semana vamos ter que melhorar e muito. (…) temos que melhorar bastante para realmente impor no adversário e jogar mais.

Com relação aos garotos oriundos da divisão de base, Carpegiani foi bem feliz em dar destaque aos meninos:

 Eu gostei, eu vi, não tenho receio nenhum em lançar os meninos. (…) eu vi e achei que era necessário o Barata jogar, no meio eu gostei muito do Léo
Gomes e vai ficar direto comigo. É o dono da posição. Domina o meio campo. (…) O atacante (Léo Ceará) mostrou, mas está muito tempo parado.

Com a derrota, o Vitória passará mais uma rodada dentro do Z4, com 19 pontos ganhos. A equipe volta a Salvador, para se preparar mais uma vez, dessa vez buscando o duelo contra o Atlético-MG, no Barradão. A partida vai rolar no próximo domingo (26), às 16h.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui