Aluno de Judô com Síndrome de Down é destaque na BCS

Foto: SSP

O aluno de Judô com Síndrome de Down, Mateus Gonçalves, 9 anos, é torcedor do Bahia e é destaque na Base Comunitária de Segurança do Calabar. O atleta faixa azul ponteira amarela tem 5 medalhas, e treina a arte marcial há quase cinco anos melhorando a cada dia, desenvolvendo habilididades para lidar com a deficiência.

”Ele precisa de atividade física e eu acabei conhecendo um dos policiais que trabalha aqui. Na BCS a gente encontrou dedicação, carinho, cuidado, por isso saio de São Caetano todas as terças e quintas para trazê-lo. Me sinto confiante e acolhiada”, afirma a mãe de Mateus.

Além de treinar o judô, o atleta iniciou a oficina de violão. A mãe de Mateus afirma que na BCS ele ganhou disciplina, melhorou na coordenação motora, passou a ser mais obediente e a ter uma boa relação com os colegas. Ela ainda acrescenta que a rotina do aluno teve uma melhora na escola e em casa devido as cobranças dos professores na Base Comunitária de Segurança do Calabar.

”Hoje ele já sabe cair até por conta das aulas ele não se machuca mais com tanta frequência. Teve um campeonato de Judô que cerca de 700 pessoas pararam para aplaudir ele por ser o único atleta da competição com uma necessidade especial. Fiquei bastante emocionada”, relata Girlan a mãe do atleta.

Foto: SSP

Para o soldado e professor de Judô da Base Comunitária de Segurança do Calabar, sensei Kleber Reis, a deficiência não prejudica em nada na evolução da turma. Ele afirma que na BCS o trabalho é feito em cima da deficiência de Mateus, fazendo uma adaptação nas atividades, promovendo interação em grupo e a lidar com as vitórias e derrotas. Com isso ele consegue aprender com os outros.

”No começo as outras crianças ficaram sem entender muito porque não tinham noção da particularidade dele. Mas depois eles foram compreendendo e agora estão bem entrosados. Com a convivência construíram uma amizade que ultrapassa os muros da Base”, disse o professor.

O militar conta que o judoca Mateus participa de campeonatos e também é avaliado em exames de ascensão de faixa de igual para igual. A comandante Aline Muniz afirma que ter o atleta na BCS é motivo de orgulho.

”Mateus sempre apresentou esse jeito especial, carinhoso, adora beijo e abraço. É um exemplo para as demais crianças. Muito bom ter Mateus como nosso campeão”, afirma oficial Aline.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*